37 milhões de doses de Sputnik para todo Brasil, decidem governadores e Pazuello

março 13, 2021 /

 

O consórcio de governadores dos Estados do Nordeste e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, definiram que as 37 milhões de doses da vacina russa Sputnik V negociadas pelo grupo serão incorporadas ao plano nacional de imunizações coordenado pelo governo federal. O anúncio foi feito neste sábado pelo presidente do consórcio, o governador do Piauí, Wellington Dias (PT).

— Tratamos com o Ministério da Saúde e a Advocacia Geral da União (AGU) os termos para que a gente mantenha um regramento em que se tenha vacina para todo o Brasil. E assim foi acertado — afirmou o governador em vídeo divulgado após a reunião realizada neste sábado.

A intenção de incorporar as vacinas a serem compradas pelo consórcio ao plano nacional de imunização já vinha sendo discutida nas últimas reuniões entre os governadores e o Ministério da Saúde. Na prática, isso significa que as vacinas, ao chegarem ao Brasil, serão distribuídas pelo governo federal a todo o Brasil e não apenas aos estados do Nordeste, atendendo às diretrizes do plano de vacinação contra a Covid-19.

Desde o ano passado, o consórcio de estados do Nordeste vem mantendo negociações com o fundo soberano russo para a aquisição da vacina Sputnik. A expectativa é de que um lote de 37 milhões comece a chegar ao Brasil a partir de abril. Segundo o governador da Bahia, Rui Costa (PT), o que falta definir é se o governo federal vai entrar como parte do contrato do consórcio com o fundo soberano russo ou se fará o reembolso do valor gasto pelos estados posteriormente.

 

Chegada da Sputinik depende da oferta das fábricas

Costa disse que o fundo soberano russo acenou com a possibilidade de antecipar a chegada das vacinas, mas isso ainda vai depender da capacidade de oferta das fábricas.

Ao contrário das vacinas Oxford-AstraZeneca-Fiocruz e Coronavac, a Sputnik ainda não teve o registro de uso emergencial liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em outro vídeo divulgado por Wellington Dias, o governador do Piauí disse que o Ministério da Saúde informou que a previsão é de que haja entregas semanais de lotes vacinas no país nos próximos meses. Entre as entregas semanais estão doses da CoronoVac (produzida em parceria pelo Instituto Butantan e Sinovac), da vacina Oxford-AstraZeneca adquiridas pela iniciativa Covax Facility e pelo laboratório indiano Bharat Biotecn Biotech.

O anúncio de que o Instituto Butantan faria entregas semanais já havia sido feito pelo Ministério da Saúde na semana passada.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.