Um dos bairros mais atingidos foi Bracuí, em Angra dos Reis, onde foram registrados os dois casos fatais

Temporal castiga Angra dos Reis: duas pessoas morrem e há mais de 300 desabrigados

dezembro 9, 2023 /

Pelo menos duas pessoas morreram e 312 ficaram desabrigadas em consequência da forte chuva que caiu sobre a Costa Verde do Rio, no sul do estado, na noite dessa sexta-feira (8). Um dos bairros mais atingidos foi Bracuí, em Angra dos Reis, onde foram registrados os dois casos fatais (um casal de idosos de 70 e 80 anos), em um asilo particular.

A prefeitura informou que choveu 250 mm em 24 horas, o que, em conjunto com a cheia da maré, provocou uma inundação histórica na região. Em alguns pontos, a água atingiu a marca de três metros de altura. Os moradores estão abrigados em duas escolas municipais.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os agentes foram acionados às 20h15 para ocorrência de inundação em um imóvel na Estrada Beira Rio, no bairro Bracuí. A prefeitura informou que água subiu rapidamente no asilo, e o casal de idosos não conseguiu ir para o segundo andar do imóvel. A causa provável das mortes foi afogamento. A perícia está no local. Outros 25 idosos do asilo foram levados em segurança para o abrigo do Frade.

No momento, há 297 pessoas abrigadas na Escola municipal José Luiz Ribeiro Reseck, no bairro do Frade. Elas estão recebendo suporte das secretarias de Desenvolvimento Social e Promoção da Cidadania, Saúde e Educação. Outras 15 pessoas estão abrigadas na Escola municipal Regina Célia, no Morro do Carmo.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, um morador mostra como ficou sua casa depois da tempestade. “Deu água até ali, um metro de altura. Acabou com tudo, lama pura”, diz ele. Em outro vídeo, ele diz “só deu tempo de me salvar. Batalhei para construir essa casinha, mas infelizmente, foi perda total”.

Em um condomínio, duas crateras se abriram no chão, conforme mostraram alguns moradores, em postagens. Com as inundações, o asfalto cedeu a poucos metros das casas e formou dois grandes buracos, agora cheios de escombros.

As chuvas começaram por volta das 19h e, em pouco tempo, a Defesa Civil do município recebeu chamados dos moradores. Foi necessária a utilização de barcos e cordas para o resgate de idosos, acamados, crianças, obesos e animais de estimação. A ação terminou por volta das 5h deste sábado. O órgão municipal informou que o primeiro alerta foi enviado à população às 14h56, informando da possibilidade de chuva moderada/forte nas próximas horas. As famílias atingidas agora precisam de doações de água, itens de higiene pessoal, material de limpeza, roupas e lençóis e alimentos não perecíveis. Os donativos podem ser entregues na Alameda Coronel Otávio Brasil, 253-B, Balneári

O temporal também causou a queda de uma barreira na Rio-Santos. O deslizamento aconteceu na região do km 447, próximo ao Club Med, em Mangaratiba, por volta de 21h30. O trecho chegou a ser interditado, devido ao grande volume de material que caiu sobre a pista, mas foi liberado no sistema pare e siga por volta de 1h.

A concessionária responsável pela rodovia, a CCR Rio-SP, sinalizou a rodovia e equipes de conservação e obras atuaram na região para retirar o material. Às 4h36, após atuação da concessionária, a pista estava totalmente liberada. Não houve registro de vítima.

* Com informações de O Globo

Aloma Carvalho