Sistema Guandu é desligado por 10h e moradores do Rio e Baixada Fluminense reclamam de falta d’água

janeiro 22, 2021 /

Afim de reduzir o problema de alterações no cheiro e gosto identificado em torneiras de moradores de vários pontos do Rio de Janeiro e Baixada Fluminense, a CEDAE (Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro) suspendeu a produção de água do Sistema Guandu por cerca de 10h. O sistema voltou a funcionar na manhã desta sexta (22). Entretanto, devido a manutenção, os usuários afirmam que estão sem água.

Nesta quinta-feira (22), diversos moradores relataram problemas com a água recebida da companhia. Segundo eles, a água estava chegando em suas torneiras com mau cheiro, gosto ruim e, em alguns pontos, com a coloração alterada.

De acordo com a Cedae, uma alteração na qualidade da água foi percebida por uma equipe de técnicos na terça-feira (19). A companhia informou que coletou amostras para análises e que os resultados completos dos testes ficarão prontos em uma semana. Além disso, destacou ter adotado medidas para reduzir o problema, como a aplicação de argila ionicamente modificada no trecho da Bacia do Guandu onde é feita a a captação para sua estação de tratamento. O produto reduziria a concentração de poluentes naquele ponto.

Entretanto, na noite de ontem, a companhia optou por efetuar o desligamento do Sistema Guandu como outra medida para conter o problema.

Voltando a operar às 6h15 desta sexta-feira (22). Porém, moradores de diversos pontos do Rio e Baixada acordaram essa manhã sem água.

Segundo a Cedae, a previsão é que fornecimento seja normalizado até domingo (24).

Aloma Carvalho