Saiba quais são os 17 candidatos ao Senado pelo Rio. Eleitor pode votar em dois deles no próximo domingo (7).

outubro 3, 2018 /

 

Domingo próximo, o eleitor poderá eleger dois candidatos ao cargo de Senador da República pelo Estado do Rio de Janeiro. Essa novidade pode gerar um pouco de confusão entre os eleitores , mas é  é preciso estar preparado: ao entrar na cabine,  o eleitor não deve tentar votar duas vezes em um mesmo candidato ao Senado. Isso fará o segundo voto ser anulado e não poderá ser resgatado. E você? Já sabe em quem vai votar nessa eleição? Preparamos uma lista dos candidatos (as) registrados (as) no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) . Confira abaixo a lista dos candidatos, por ordem alfabética,  e bons votos.

 

Arolde de Oliveira (PSD) – 555

O Partido Social Democrático terá como candidato único ao cargo do senado o deputado federal Arolde de Oliveira. Aos 81 anos, evangélico,  Arolde está em seu nono mandato consecutivo na câmara, foi secretário municipal de transportes do Rio de Janeiro e somou mais de 55 mil votos na última eleição, garantindo o mandato de deputado federal.

Aspásia Camargo (PSDB) – 455

O PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira) tem uma mulher para conquistar uma das duas vagas ao Senado pelo Rio,  a ex-deputada estadual Aspásia Camargo. A candidata foi professora de sociologia e ciências políticas da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ) e da Fundação Getúlio Vargas (FGV).Entre 2005 e 2010 Aspásia foi vereadora pelo Partido Verde. Ela aposta na força e nos números do eleitorado feminino para chegar ao Senado Federal.

César Maia (DEM) – 255

O ex-prefeito do Rio de Janeiro, César Maia vem dessa vez como candidato a senador pelo DEM (Democratas). César Maia, aos 73 anos, está atualmente em seu segundo mandato como vereador no Rio. César Maia ficou conhecido na política, durante seu mandato como prefeito, por feitos como a construção da Linha Amarela, Engenhão e Cidade do Samba. Se eleger-se neste domingo, vai trabalhar para criar uma Zona Franca na Baixada Fluminense para gerar empregos e negócios. Até agora tem liderado as intenções de de votos para o Senado.

Chico Alencar (PSOL) – 500

O PSOL (Partido Socialismo e Liberdade) abriu mão da reeleição do deputado federal Chico Alencar para lançá-lo ao senado pelo  Rio de Janeiro. Professor de História , Chico está em seu quarto mandato como deputado federal e  já foi vereador e deputado estadual no estado do Rio. É um deputado muito atuante, combativo, Ficha Limpa e formador de opinião no Congresso Nacional.

Cyro Garcia (PSTU) – 161

O PSTU anunciou dois nomes para concorrer ao cargo de senador do estado do Rio de Janeiro e Cyro Garcia é a principal aposta do partido. Cyro tem 63 anos e uma longa trajetória na

política: formado em direito pela UFRJ, foi fundador e secretário-geral da Central Única do Trabalhadores, presidente do Sindicato dos Bancários e ajudou a formar o próprio PSTU.

 

Fernando Fagundes (PCO) – 290

O professor de filosofia Fernando Fagundes é a aposta do Partido da Causa Operária (PCO) nas eleições 2018 para uma das vagas como senador do Rio de Janeiro.

 

Flávio Bolsonaro (PSL) – 177

O PSL (Partido Social Liberal) anunciou o candidato Flávio Bolsonaro para a disputa de uma das vagas para o senado federal. Flávio, filho do candidato à Presidência Jair Bolsonaro, é deputado estadual desde 2003 e teve 160.359 votos em sua última eleição.

Gabrielle Burcci (PMB) – 355

Gabrielle Burcci faz sua estréia na política nessas eleições. A produtora cultural é filha do cantor Wando, que faleceu em 2012 em decorrência de uma parada cardiorrespiratória.

José Bonifácio (PDT) – 123

O PDT (Partido Democrático Trabalhista) anunciou o nome do economista José Bonifácio para concorrer a uma vaga ao cargo do senado federal. Com 73 anos, José é formado em economia pela UFF e tem uma extensa vida na política. Em 2016, José Bonifácio concorreu a prefeito de Arraial do Cabo mas não foi eleito.

Lindbergh Farias (PT) – 131

Lindbergh Farias é a aposta do PT (Partido dos Trabalhadores) para reeleger-se Senador pelo Rio nas eleições 2018. Lindbergh  já foi prefeito da cidade de Nova Iguaçu entre 2005 e 2010, participou do movimento dos caras pintadas e em 2011 se elegeu Senador com 4.213.749 votos, o equivalente a 28,65% dos votos válidos. Responde a processos na Justiça por improbidade administrativa.

Marta Barçante (PCB) – 211

O PCB (Partido Comunista Brasileiro) anunciou o nome de Marta Barçante ao senado do Rio junto ao PSOL, que tem, coligado com o Psol,  o professor e vereador Tarcísio Motta como candidato ao Governo do Estado. Marta já tentou se eleger para o Senado em 2014 mas não obteve sucesso.

Mattos Nascimento (PRTB) – 281

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) anunciou Mattos Nascimento como novo concorrente ao senado do Rio de Janeiro. Mattos atuou na banda Paralamas do Sucesso nos anos 80 e se tornou cantor evangélico em 1989. O cantor tentou se eleger como deputado federal de São Paulo em 2014 mas não conseguiu vencer a eleição.

Miro Teixeira (Rede) – 188

O deputado federal Miro Teixeira concorrerá ao senado pela Rede Sustentabilidade. Miro é advogado, jornalista e também foi ministro das Comunicações entre 2003 e 2004 durante o governo Lula. É um dos mais assíduos do Congresso Nacional e fonte de consultas de diversos setores da sociedade.

 

Samantha Guedes (PSTU) – 160

Cyro Garcia e Samantha Guedes são os dois candidatos escolhidos pelo PSTU para representar duas vagas ao senado pelo partido. Samantha é natural do Rio de Janeiro, tem 46 anos e está em sua segunda tentativa de candidatura ao senado.

Senador Eduardo Lopes (PRB) – 100

O Senador Eduardo Lopes tentará sua reeleição ao cargo pelo PRB (Partido Republicano Brasileiro). Aos 54 anos, o candidato foi suplente do senador Marcelo Crivella, exerceu o cargo de deputado federal entre 2007 e 2010 e atualmente é titular da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) e da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). Ele é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus.

Pastor Everaldo (PSC) – 200

O atual presidente do PSC (Partido Social Cristão) também é a aposta do partido para concorrer ao senado nestas eleições. O pastor da assembléia de Deus também é formado em ciências atuariais pela Faculdade de Economia e Finanças do Estado do Rio de Janeiro.

Walter Cristie ( Patriotas) – 511 

É presidente do Patriotas no Rio e candidato do partido nas eleições 2018. Tem 54 anos e nasceu em São Gonçalo (RJ).

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.