Rio de Janeiro retoma vacinação contra a covid-19 nesta quinta-feira (25)

fevereiro 24, 2021 /

A cidade do Rio de Janeiro retoma, nesta quinta-feira (25) a vacinação contra a covid-19. O anúncio foi feito pelo prefeito Eduardo Paes (DEM) em sua rede social. A campanha de imunização havia sido suspensa na última quarta-feira, dia 17 devido a falta de imunizantes.

O programa de vacinação na capital fluminense prevê imunização aos idosos em ordem decrescente de idade. Dessa forma, amanhã (25), será a vez dos que tem 82 anos e em seguida os de 81, na sexta, e no sábado, os idosos com 80.

A vacina será aplicada nos drive-thrus da UERJ, próximo ao Maracanã, e no Parque Olímpico da Barra, além dos postos de saúde do município.

Consórcio de veículos de imprensa contabilizam seis milhões de vacinados

De acordo com dados levantados pelo consórcio de veículos de imprensa junto às secretarias estaduais de saúde, o número de pessoas vacinadas contra a covid-19 no Brasil totalizaram 6.087.811 nesta terça-feira (23). O que representa 2,87% da população brasileira.

Estado recebe 196 mil doses de vacina Oxford/AsrtraZeneca do Governo Federal

Na manhã desta quarta-feira (24), o Ministério da Saúde entregou as 196 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca na Coordenação Geral de Armazenamento (CGA) do estado, em Niterói, sem prévia comunicação. A SES ainda não foi informada oficialmente pelo MS sobre a data do recebimento das doses da CoronaVac.

Na CGA, as vacinas terão a temperatura checada e serão inseridas em sistema para o devido controle da logística de distribuição aos 92 municípios. As remessas para a capital, Niterói, São Gonçalo e Maricá serão realizadas por caminhões, ainda nesta quarta-feira, a partir das 16h30. Para os demais 88 municípios, as doses serão enviadas por helicópteros na quinta-feira, a partir das 7h.

De acordo com o Terceiro Informe Técnico do Programa Nacional de Imunizações (PNI), as 196 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca serão para uso imediato, pois a segunda dose pode ser aplicada com intervalo de três meses. Segundo o Ministério da Saúde, haverá tempo hábil para a chegada de mais lotes da vacina e conclusão do esquema vacinal.

Ainda segundo o informe, a distribuição da CoronaVac deve continuar a ser organizada de modo que a segunda dose seja reservada. Sendo assim, das 118.800 doses que vão chegar, 20 mil serão reservadas para a segunda dose do lote já enviado aos municípios entre os dias 19 e 23 de fevereiro. As 98.800 restantes serão entregues em duas etapas, metade para primeira dose e a outra metade para segunda dose. O intervalo entre a aplicação das doses deve ser de 21 a 28 dias.

Aloma Carvalho