Queimados inaugura ambulatório para triagem de doenças autoimunes

março 16, 2018 /

Começou nos pés, depois atingiu o rosto e começou a formar lesões nos braços, pernas, joelhos e virilhas. Essa é a árdua luta travada pela dona de casa Francinete Santana, de 60 anos, que, há cinco anos, luta contra uma psoríase eritrodérmica. A patologia, que afeta principalmente a pele, é apenas uma das várias doenças autoimunes – aquelas em que o sistema imunológico se volta contra o organismo e começa a agredi-lo – que serão tratadas no primeiro ambulatório de triagem da Baixada Fluminense.

Recém-inaugurado pela Prefeitura de Queimados, o espaço que funciona dentro do Centro Especializado no Tratamento para a Hipertensão e Diabetes (CETHID) irá englobar o tratamento de outras doenças, como: artrite psoriática e reumatoide, inflamatória intestinal, espondilite anquilosante, doença de Crohn, vitiligo, lúpus, entre outras. As consultas serão quinzenalmente e é necessário encaminhamento do setor de regulação do município.

Para a Secretária Municipal de Saúde, Drª Lívia Guedes, essa é mais uma grande conquista na saúde pública. “Lutamos sempre para trazer o melhor conforto para os nossos moradores e, nada melhor do que realizar um tratamento médico específico e gratuito próximo de casa. Acreditamos que esse serviço é fundamental para o cuidado das pessoas em uma região como a Baixada Fluminense”, afirmou.

De acordo com o Subsecretário de Doenças Raras e médico especialista no assunto, Dr. João Gabriel Daher, o ambulatório é o primeiro a oferecer esse tipo de serviço gratuito na Baixada Fluminense. “São doenças mais prevalentes de origem genética que trazem um enorme sofrimento para os pacientes e familiares. Faremos uma avaliação médica inicial e o acompanhamento com o apoio de uma equipe interdisciplinar, que engloba, por exemplo, nutricionistas da própria rede”, explica.

Dona Francinete foi a primeira paciente atendida no ambulatório e espera acabar com o sofrimento rotineiro como descamação da pele, irritação, manchas e coceiras. “Após a avaliação, passaram um medicamento controlado e retorno dentro de um mês para nova avaliação. Será um tratamento contínuo. Precisávamos ter um serviço desse perto da gente. Não teria condições de pagar essa consulta”, ressaltou.

As consultas para o ambulatório de doenças autoimunes podem ser marcadas no setor de regulação do município, localizado na Rua Onze, s/n, Vila Pacaembu. O espaço funciona de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h. Para ser atendido, é necessário apresentar identidade, comprovante de residência, cartão do SUS e encaminhamento médico. Outras informações: (21) 2665-6544.

Foto:Divulgação

Aloma Carvalho