PROJETO PRETENDE REDUZIR SUBSÍDIO DO ESTADO AO BILHETE ÚNICO

maio 17, 2018 /

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota nesta quinta-feira (17/05), em discussão única, o projeto de lei 2.311/13, do deputado Luiz Paulo (PSDB) que insere um artigo na lei que criou o Bilhete Único Intermunicipal (Lei 5.628/09) com o objetivo de reduzir o valor que o Governo do Estado paga para garantir o benefício.

O texto destaca que o Bilhete Único provocou um aumento de cerca de 5% ao ano no número de passageiros, o que provoca uma “economia de escala” para as empresas, aumentando seus lucros. Por esse motivo, deverão ser feitos estudos para que o valor repassado pelo Estado seja reduzido. “O aumento da demanda resulta numa significativa economia que, pelo projeto, deve ser compartilhado com o Poder Público”, explica o autor.

ORÇAMENTO DE 2019: LDO É DISCUTIDA NO PLENÁRIO

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) finaliza nesta quinta-feira (17/05) a discussão prévia do projeto de lei 3.993/18 do Executivo, que estabelece as diretrizes para elaboração do orçamento anual de 2019. No dia 8 de maio, a Comissão de Orçamento foi favorável ao parecer – que permite a tramitação do texto – por quatro votos a três. A previsão, segundo o governo, é de um déficit orçamentário de R$ 5 bilhões para o Estado.

Calendário
O projeto entrou na pauta nesta quarta-feira (16/05). Depois da discussão prévia, os parlamentares terão o prazo de sete dias para formularem as emendas – do dia 17 ao dia 23 de maio. No dia 05 de junho, a Comissão de Orçamento volta a se reunir para dar o parecer ao mérito do projeto e às emendas dos deputados. A votação da redação final da proposta está prevista para o dia 19 de junho.

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.