Projeto “Livros pra Voar” acontece nesta sexta-feira (04), na Praça Rui Barbosa

setembro 3, 2020 /

O projeto “Livros para Voar” realiza todas as sextas-feiras uma ação de distribuição gratuita e recebe doações de livros na Praça Rui Barbosa. A ação faz parte do Programa Municipal de Incentivo à Leitura e à Escrita realizado pela Prefeitura de Nova Iguaçu, por meio da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (FENIG). De 2018 até agora, mais de 2.500 livros já foram arrecadados e distribuídos nas diversas ações da Fundação.

Todos os livros são devidamente higienizados, embalados e distribuídos no estande montado na praça Rui Barbosa, no Centro de Nova Iguaçu, com todos os cuidados sanitários e de distanciamento recomendados. A ação acontece junto com a tradicional Feira de Artesanato.

“O projeto “Livros para Voar” marca a dedicação ao incentivo da leitura e da escrita entre crianças, jovens e adultos na nossa Cidade. A ideia é fazer os livros circularem, democratizando o conhecimento e fazendo de Nova Iguaçu, uma cidade leitora. A ação na Praça Rui Barbosa é realizada com todos os cuidados de higienização e distanciamento”, afirmou a Presidente da FENIG, Nilza Ribeiro.

Além da distribuição, o projeto também recebe doações. Normalmente, os livros são arrecadados em dez pontos da cidade com a ação “Aqui tem um Totem”, onde as pessoas podem deixar suas doações nas caixas do totem. Por conta da pandemia, os totens de arrecadação só estão funcionando na loja da Caçula de Nova Iguaçu e nas igrejas de São Miguel Arcanjo, em Miguel Couto, e de Santo Antônio da Prata.

O projeto é dedicado a livros paradidáticos que foram doados à Fundação. Livros de diversos gêneros como romances, biografias e poesias. A idéia é incentivar a leitura e a circulação de livros na Cidade.

Além da ação na praça, a FENIG está realizando uma série de lives no Instagram @fenig.novaiguacu, com o objetivo de fazer esse período de pandemia mais produtivo. Aproveitamos, assim para manter as atividades de incentivo à leitura também no ambiente digital.

O Programa Municipal de Incentivo à Leitura e à Escrita, através do projeto “Livros para Voar”, realiza a série de lives “Papo Literário” com escritores de Nova Iguaçu, convidados a falar sobre a vocação literária da Cidade. Além disso, a série “Poesia Falada” está também no nosso Instagram, com autores recitando em vídeo suas obras.

Ações:

1 – “Aqui Tem um Totem” – são 10 totens com caixas de livros que recebem doações de livros dos mais variados gêneros literários (romances, biografias, poesias, etc). Quem tiver livros paradidáticos, pode colocar nas caixas do projeto. Se quiser pegar um livro no totem e levar para casa, também pode aproveitar a leitura. Os totens estão instalados nos seguintes locais:

. Hospital Geral de Nova Iguaçu, na Posse

. Igreja Santo Antônio da Prata

. Prefeitura de Nova Iguaçu

. Igreja São Miguel Arcanjo, em Miguel Couto

. OAB Nova Iguaçu

. TopShopping

. Codeni

. Casa de Cultura

. Cefet-NI

. Loja Caçula – Nova Iguaçu

2 – “Aqui tem um livro” – mensalmente 20 livros são “deixados” em locais estratégicos da cidade. Devidamente etiquetados com instruções sobre o projeto, a ideia é que quem encontrar, leve para casa, aproveite a leitura e depois deixe em algum local da cidade ou no totem para que outra pessoa encontre e desfrute da leitura. Assim, o livro circula pela cidade. As ações têm meses temáticos como outubro das crianças e novembro da consciência negra. No período de pandemia essa ação está suspensa.

3 – Tenda “Livros para Voar” ação realizada na Praça Rui Barbosa toda sexta-feira distribuindo livros e recebendo doações.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.