Programa de capacitação beneficia jovens do Degase

abril 24, 2018 /

Este ano, 150 adolescentes terão a oportunidade de fazer três qualificações

A Secretaria de Educação, por meio do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), e o Ministério do Trabalho realizarão um novo modelo de parceria dentro do programa Jovem Aprendiz para oferta de cursos profissionalizantes aos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas.

Este ano, 150 jovens terão a oportunidade de fazer três capacitações (Lancheiro/Ajudante de Lanchonete; Mecânica de Automóveis, Motocicletas e Bicicletas; e Montagem e Manutenção de Computadores) e conseguir a carteira de trabalho assinada. A iniciativa também contará com parceiros privados.

Essa parceria é fruto de uma construção coletiva. É uma proposta que tem como meta a empregabilidade, portanto, uma grande chance de mudança de vida, pois o trabalho tem o poder de dignificar o ser humano – disse a primeira-dama e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim.

Formação

Os cursos do programa Jovem Aprendiz terão duração de 10 a 12 meses. A iniciativa conta com entidades sem fins econômicos, que têm como objetivo contribuir para a formação socioeducativa de adolescentes, empresas e instituições.

– Esse programa é uma ótima oportunidade de ressocialização e leva aos jovens possibilidades de encontrarem um emprego após o cumprimento da medida socioeducativa – afirmou o secretário de Educação, Wagner Victer.

 

foto:  conta pessoal de Maria Lúcia Horta Jardim no Facebook

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.