Procuradores de Mesquita organizam I Congresso de Procuradores Municipais do Estado do Rio de Janeiro

março 22, 2018 /

A Prefeitura de Mesquita está entre as instituições organizadoras do I Congresso de Procuradores Municipais do Estado do Rio de Janeiro (Fórum Regional ANPM), que acontece na próxima quinta-feira, dia 29, no Salão Nobre da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-RJ), no Centro do Rio de Janeiro. A atividade que é uma realização da Associação Nacional de Procuradores Municipais (ANPM) e visa estimular o aperfeiçoamento, o debate e a troca de experiências entre os procuradores municipais de carreira no Estado do Rio de Janeiro, além de ser um instrumento de incentivo a qualificação constante dos profissionais da área.

O evento contará com a participação de todos os procuradores de Mesquita e também funcionará como um dos Fóruns Regionais de Procuradores Municipais, que por sua vez, servirão como evento preparatório para o Congresso Nacional, que será sediado ainda este ano na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais, e que reunirá membros da carreira de todo o país.

O procurador de Mesquita, Igor Menezes, vencedor do concurso nacional na categoria pareceres jurídicos do congresso da ANPM de 2017, é o coordenador geral e científico do evento. “Estamos muito felizes e honrados pela confiança depositada pela ANPM nos procuradores do município de Mesquita. Consideramos que o evento trará benefícios diretos para a cidade. Como o mês nacional da Advocacia Pública é celebrado no dia 7 março, a realização do I Congresso de Procuradores Municipais do Estado do Rio de Janeiro, servirá como conscientização e divulgação de toda a população do papel e da importância da carreira para as administrações municipais”, explica Igor Menezes.

Matheus Menegatti e Demétrio Ribeiro, que também são procuradores municipais de Mesquita e chefiam a Procuradoria Fiscal e Tributária, coordenarão uma das mesas de discussões sobre Carreira e Atuação dos Procuradores Municipais. O evento contará ainda com a presença de diversas autoridades, como representantes do legislativo, executivo e judiciário dos municípios participantes, além de outras carreiras de Estado como o Ministério Público e do Tribunal de Contas.

Aloma Carvalho