Portuguesa vence o Fluminense por 3 x 0, Nova Iguaçu só empata e Vasco volta a perder

março 7, 2021 /

Nas fotos coladas, os jogadores da Portuguesa comemoram o passeio que deram no Fluminense – e Ganso voltou a decepcionar a torcida tricolor.

 

A Portuguesa mostrou para o que veio no Campeonato Carioca. Depois de vencer o Vasco por 1×0 no meio de semana, a Lusa da Ilha do Governador derrotou o Fluminense por 3×0 neste domingo (7), no Maracanã. Com o resultado, a Portuguesa chegou a 6 pontos. O Fluminense, até jogou com a garotada da base reforçada de Ganso, ainda não pontuou, pois no meio de semana perdeu de 2×1 para o Resende.

O Fluminense foi surpreendido com a marcação sob pressão da Portuguesa nos minutos iniciais. O time da Ilha do Governador avançou as linhas e quase abriu o placar aos 5 minutos, quando Romarinho chutou de fora da área e o goleiro Pedro Rangel espalmou. A lusa quase ampliou com Romarinho de novo, mas Caio Vinícius fez o corte.

Desordenado, o Fluminense tenta reagir. Aos 13, Ganso arrisca de fora da área. A bola bateu na zaga da Portuguesa, que afasta o perigo. Mas a Portuguesa não se intimidava e buscava o ataque. Em uma dessas investidas, Hugo Cabral cruza e Romarinho completa para fazer Portuguesa 1×0. Aos 25, Ganso quase empata, mas Neguete faz boa defesa.

Aos poucos, o Fluminense foi impondo o seu ritmo. Aos 30, Ganso toca rasteiro para Samuel, mas o atacante se enrola e perde boa chance em cima da linha do gol. Aos 32, Gabriel Teixeira chutou forte em cobrança de falta, obrigando Neguete a fazer boa defesa. Aos 47, Ganso dribla um zagueiro, dá um lençol em outro e chuta para o gol, mas Neguete impede o empate com uma excelente defesa.O Fluminense foi para o segundo tempo em desvantagem.

Ganso falha

A Portuguesa começa o segundo tempo marcando bem para evitar dar chances ao Fluminense. Logo aos 7 minutos, Watson levanta para a área. Emerson Carioca ganha a disputa pelo alto com a defesa Fluminense e toca para o gol. O goleiro Pedro Rangel saiu mal na jogada. Três minutos depois, Emerson Carioca quase faz 3×0.

Em uma falha de Ganso, a Portuguesa fez 3×0. O meia recebeu uma “bola quadrada” e tentou usar o corpo como proteção. Diego Guerra roubou a bola, tocou para Romarinho, que rolou para Chay que chutou sem chances para Pedro Rangel.

O Fluminense se desestruturou e, aos 26, Heleno bate cruzado e a bola passa perto da trave assustando o goleiro do Fluminense. A equipe das Laranjeiras tenta o gol de honra. Aos 33, Matheus Martins chuta e acerta a rede pelo lado de fora. A Portuguesa cadencia o jogo e não dá chance ao Fluminense.

A equipe da Ilha do Governador somou mais três pontos e chega a seis vencendo dois grandes: Vasco e Fluminense.

 

Nova Iguaçu empata com o Madureira

No estádio Jânio Moraes, o Laranjão, Nova Iguaçu e Madureira empataram em 0x0. As duas equipes ainda não venceram no Campeonato. Com o empate, o Nova está com um ponto e o Madureira com dois na tabela de classificação.
No próximo sábado, o Nova Iguaçu enfrenta o Vasco, em São Januário. O Madureira pega o Resende, em Madureira.

Vasco perde para o Volta Redonda

O Vasco da Gama sofreu sua segunda derrota no Campeonato. No sábado (6), a equipe de São Januário perdeu de 1×0 para o Volta Redonda, em Volta Redonda. O gol foi do atacante João Carlos.

 

fotos: Mailson Santana/ Fluminense FC e Portuguesa/Divulgação

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.