Polícia Civil prende 23 pessoas em operação contra a milícia na Baixada Fluminense

fevereiro 24, 2021 /

A Força-Tarefa da Polícia Civil realiza, nesta quarta-feira (24), uma operação contra a milícia na Baixada Fluminense. Até o momento 23 pessoas foram presas. A ação visa prender milicianos, coagir as fontes de renda e interromper comércios e serviços ilegais, que geram grande lucro e são explorados pelos criminosos.

Segundo a Polícia Civil, durante a operação foi estourado um grande depósito de gás e de venda de água explorado pela milícia. A água era envasada no próprio local, sem qualquer garantia de qualidade, e vendida posteriormente acime do preço de mercado, já que a organização criminosa não permitia livre concorrência.

Entre os crimes investigados estão exploração de atividades ilegais controladas pela milícia; cobranças irregulares de taxas de segurança e de moradia; instalações de centrais clandestinas de TV a cabo e de internet (gatonet/gatointernet); armazenamento e comércio irregular de botijões de gás e água; empresas de GNV ilegais; parcelamento irregular de solo urbano; exploração e construções irregulares, areais e outros crimes ambientais; comercialização de produtos falsificados; contrabando; descaminho; transporte alternativo irregular; estabelecimentos comerciais explorados pela milícia e utilizados para lavagem de dinheiro, entre outras ilegalidades.

Participam da ação delegacias do Departamento Geral de Polícia Especializada e a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO), com apoio do Procon-RJ e do Disque Denúncia.

Aloma Carvalho