Operação Lei Seca flagra 215 motoristas alcoolizados no carnaval 2020

fevereiro 28, 2020 /

O número de flagrante por embriaguez é maior que em 2019

A Operação Lei Seca realizou 57 blitzes de fiscalização durante o carnaval, com ações durante o dia e à noite em todo o estado. Ao todo foram abordados 2.193 motoristas e destes 215 tinham sinais de embriaguez, o que representa 9,8% do total de abordagens. Para o secretário de Governo e Relações Institucionais, Cleiton Rodrigues, este percentual alto de casos de alcoolemia ainda preocupa.

“Este ano, além das blitzes já conhecidas da população, fizemos algumas móveis, que são aquelas que mudam rapidamente de lugar e pegam os motoristas de surpresa. Imaginamos que por isso tivemos este alto número de casos de alcoolemia. Apesar da Operação Lei Seca estar nas ruas todos os dias, há quase 11 anos, para reforçar a mensagem de nunca dirigir depois de beber, infelizmente alguns motoristas insistem nesse erro”,explicou o secretário.

Além das ações de fiscalização, o trabalho de conscientização da Operação Lei Seca também foi intensificado durante o período do Carnaval. Foram realizadas 25 ações educativas, as equipes estiveram nos blocos de rua com grande aglomeração de pessoas como Banda de Ipanema, Cordão da Bola Preta, Simpatia é Quase Amor, Cordão do Boitatá, Sargento Pimenta, Orquestra Voadora, Fervo da Lud, entre outros. E, ainda estiveram em todos os dias de desfile no Sambódromo a fim de conscientizar o público sobre os riscos da mistura de álcool e direção.

Ação na Sapucaí

A Operação Lei Seca esteve na Sapucaí pelo terceiro ano consecutivo realizando o teste do bafômetro nos motoristas dos carros alegóricos, para prevenir acidentes como o ocorrido em 2017. Assim como nos anos anteriores, a testagem de todos os motoristas de todas as escolas, deu negativa para a ingestão de bebida alcoólica.

Balanço dos anos anteriores

No ano passado 3.939 motoristas foram abordados pela Lei Seca no período do Carnaval em 40 ações de fiscalização. Do total de abordagens, 226 motoristas apresentaram sinais de embriaguez, o que representou 5,7% do total de abordados.

A Operação Lei Seca, da Secretaria de Estado de Governo e Relações Institucionais, é um programa educativo e de fiscalização, de caráter permanente, que foi lançado em 19 de março de 2009. Desde então, até o dia 26 de fevereiro de 2020, foram realizadas 24.830 blitzes de fiscalização, 3.390.398 motoristas foram abordados e detectados 209.776 casos de alcoolemia.

Aloma Carvalho