Nova Iguaçu retoma aulas presenciais em esquema de rodízio; No Rio, apenas alunos com comorbidade podem manter aulas remotas

novembro 3, 2021 /

As aulas presenciais em Nova Iguaçu, retomaram em 121, das 143 escolas da rede municipal, nesta quarta-feira (3). As outras 20 voltam apenas na segunda-feira (8) e duas só no início de 2022. Nesse primeiro momento, as aulas funcionarão em esquema de rodízio.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, os alunos passarão por uma avaliação diagnóstica para avaliar o nível de cada um antes de serem submetidos aos módulos de aprendizagem. Para o retorno, as unidades de ensino precisaram aditar uma série de medidas para que essa volta às aulas aconteçam de forma segura para estudantes e profissionais da educação.

Como as aulas aconteceram através de ensino híbrido, a secretaria de educação informou que os alunos serão divididos em dois grupos e irão se revezar semanalmente entre aulas presenciais e ensino à distância. O uso de máscara será obrigatório dentro das unidades.

Confira a lista de reabertura das escolas

Unidades escolares que funcionaram a partir desta quarta (3)

– E.M. Alice Couto
– C.M.E.E. Paul Harris
– CIEP 071 Maximiano Ribeiro da Silva
– Ciep 099 Dr. Bolivard Gomes De Assumpção
– CIEP 373 Brigadeiro Teixeira
– Creche Nossa Senhora da Cabeça
– Creche Nossa Senhora da Luz
– Creche Santo Antônio da Prata
– E. Municipalizada de Jaceruba
– E.M. Abílio Ribeiro
– E.M. Adrianópolis
– E.M. Alfredo José Soares
– E.M. Althair Pimenta De Moraes
– E.M. Aminthas Pereira
– E.M. Antônio Pinheiro G Victory
– E.M. Armando Pires
– E.M. Ayrton Senna
– E.M. Barão de Guandu
– E.M. Barão de Tingua
– E.M. Campo Alegre
– E.M. Capitão Silvino Azeredo
– E.M. Chaer Kazen Kalaoum
– E.M. Cláudia Maria Salles Monteiro Da Silva
– E.M. Compactor
– E.M. Dom Adriano Hipólito
– E.M. Douglas Brasil
– E.M. Dr. José Brigagão Ferreira
– E.M. Dr. José Fróes Machado
– E.M. Dr. Juvenil de Sousa Lopes
– E.M. Dr. Odir Araújo
– E.M. Dr. Orlando Mello
– E.M. Dr. Rubens Falcão
– E.M. Dr. Thibau
– E.M. Engenho Pequeno
– E.M. Eryk da Cruz Laia
– E.M. Estanislau Ribeiro do Amaral
– E.M. Flor De Lis
– E.M. França Carvalho
– E.M. Francisco De Oliveira
– E.M. Governador Leonel De Moura Brizola
– E.M. Guinle
– E.M. Heitor Dantas
– E.M. Herbert Moses
– E.M. Ivani Vigne Babo
– E.M. Ivonete dos Santos Alves
– E.M. Janir Clementino Pereira
– E.M. Jardim Montevidéo
– E.M. Jardim Nova Era
– E.M. José De Anchieta
– E.M. José Luiz Da Silva
– E.M. José Pacífico
– E.M. José Reis
– E.M. Julio Rabelo Guimarães
– E.M. Manoel João Gonçalves
– E.M. Marcílio Dias
-E.M. Marechal Mascarenhas De Moraes
-E.M. Maria Eliondas Dos Santos
-E.M. Marinete Cavalcante de Oliveira
-E.M. Meninos De Deus
-E.M. Monteiro Lobato
-E.M. Nena Rodrigues
-E.M. Nicanor Gonçalves Pereira
-E.M. Orestes Bernardo Cabral
-E.M. Padre Agostinho Pretto
-E.M. Paulo Roberto Fiorenzano Araujo
-E.M. Pera Flor
-E.M. Prof ª. Aimeé Carreiro Figueiredo
-E.M. Prof ª. Anna Maria Ramalho
-E.M. Prof ª. Enilza Barros dos Santos Chiconelli
-E.M. Prof ª. Izabel Dos S. Soares Mello
-E.M. Prof. Darcy Ribeiro
-E.M. Prof. Franklin Bolivar Fernandes
-E.M. Prof. Hauler Da Silva Ferreira
-E.M. Prof. Joaquim De Freitas
-E.M. Prof. Leonardo Carielo Almeida
-E.M. Prof. Márcio Caulino Soares
-E.M. Prof. Nabor Othuki
-E.M. Prof. Newton Gonçalves De Barros
-E.M. Prof. Osires Neves
-E.M. Prof. Ruy Afrânio Peixoto
-E.M. Prof. Ruy De Queiroz
-E.M. Prof.ª Marly Tupacinunga de Mattos
-E.M. Prof.ª Ornélia Lippi Assumpção
-E.M. Prof.ª Therezinha Da S. Xavier
-E.M. Prof° Emílio Luiz Pedroso Araújo
-E.M. Profª. Creuza Alarcão Sobral
-E.M. Profª. Dulce De Moura Raunheitti Ribeiro
-E.M. Profª. Edna Umbelina De Sant’Anna
-E.M. Profª. Leopoldina M. B. De Barros
-E.M. Profª. Lúcia Helena de Lima
-E.M. Profª. Lúcia Vianna Capelli
-E.M. Profª. Maria Cândida S. Vianna
-E.M. Profª. Priscilla Bouças Vila Nova
-E.M. São Benedito
-E.M. São Miguel Arcanjo
-E.M. Shangri-lá
-E.M. Souza e Mello
-E.M. Therezinha de Jesus Araújo
-E.M. Três Marias
-E.M. Ver. Hélcio Chambarelli
-E.M. Vila João Corrêa
-E.M. Virgílio De Melo Franco
-E.M. Walfredo Da Silva Lessa
-E.M.Tabelião Murilo Costa
-EMEI Ambaí
-EMEI Casa Da Criança De Miguel Couto
-EMEI Casa Da Criança Pres. Getúlio Vargas
-EMEI Glauco José Vaz Gonçalves
-EMEI Hélio Montezano de Oliveira
-EMEI Jesus Bom Pastor
-EMEI José Vieira De Jesus
-EMEI Leila Maria Côrtes Sampaio
-EMEI Monte Sol
-EMEI Nova Era
-EMEI Olga Celestina Giliberti Almeida
-EMEI Patrícia Maria Gaspar Somma Pereira
-EMEI Profª. Nísia de Souza Marcondes
-EMEI Rodrigo Twardowsky Alves
-EMEI São Benedito
-EMEI Terras de Marambaia
-EMEI Vila São Miguel

Unidades que iniciarão dia 8 de novembro

-Caiesp Castorina Faria Lima
-CIEP 033 Alfredo da Rocha Viana Filho
-CIEP 187 – Benedito Laranjeiras
-CIEP 325 Austregésilo de Athayde
-CIEP 360 – Profª Iara Simão Vieira
-E.M. Alfredo Pereira de Magalhães
-E.M. América Xavier da Silveira
-E.M. Capistrano De Abreu
-E.M. Darcílio Ayres Raunheitti
-E.M. José Ribeiro Guimarães
-E.M. Kerma Moreira Franco
-E.M. Luiz De Lemos
-E.M. Pres. Getúlio Dornelles Vargas
-E.M. Prof ª. Iramar da Costa Lima Miguel
-E.M. Prof ª. Irene da Silva Oliveira
-E.M. Prof. Paulo Freire
-E.M. Rui Barbosa
-E.M. Vale do Tinguá
-E.M. Visconde De Itaboraí
-EMEI Jardim Europa

Unidades que iniciarão apenas em 2022

-E.M. Dr. Ruy Berçot De Mattos
-E.M. Prof. Amazor Vieira Borges

Auxílio-alimentação e busca ativa continuam

Apesar da retomada das atividades presenciais, a Prefeitura irá manter o cartão-alimentação até o fim do ano. Benefício dado às famílias dos mais de 66 mil alunos da rede municipal que, prejudicadas com o fechamento das escolas durante a pandemia.

Outro serviço que continuará sendo realizado é a busca ativa. Ela teve início no fim do ano passado com o objetivo de trazer de volta às atividades educacionais os alunos que não tiveram qualquer acesso ao ensino à distância e ao auxílio-alimentação.

Aulas presenciais são obrigatórias na rede municipal do Rio

No município do RJ, as aulas presenciais na rede municipal de ensino do Rio passam a ser obrigatórias a partir desta quarta-feira (3). Agora, só pode manter o ensino remoto o aluno que comprovar alguma comorbidade e apresentar atestado médico. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, o objetivo é trazer de volta para a sala de aula os alunos que abandonaram a escola.

Aloma Carvalho