Nova Iguaçu inicia vacinação de idosos de 79 e 78 anos hoje

março 1, 2021 /

Uma das alunas da professora de dança, bailarina e coreógrafa Simone Viana, a “soltarina”  Luzia Fahur ( foto em destaque)  acordou cedo hoje para ser vacinada no Espaço Municipal da Terceira Idade(  Esmuti), no bairro da Luz, Nova Iguaçu. Fahur estava ansiosa para ser vacinada e animada com o futuro. “A Prefeitura está de parabéns. O local é limpo , a vacinação está bem organizada e a profissisonal que aplicou a vacina é excelente”, disse ela após ser fotografada e filmada.

 

A  Secretaria Municipal de Saúde de Nova Iguaçu começou hoje (01/03) a vacinação dos idosos com 79 e 78 anos, dando continuidade a primeira fase de imunização da cidade. Os locais de vacinação estão disponíveis para os idosos de 79 anos  hoje e na terça-feira (02), enquanto na quarta (03) e na quinta (04) será a vez dos idosos de 78 anos se imunizarem. Já na sexta-feira (05) o público-alvo será os idosos acima de 78 anos.

A mudança não está apenas no calendário, também será acrescentado mais um ponto de vacinação Drive Thru na cidade, dessa vez no Shopping Nova Iguaçu. Sendo assim, a cidade passa a ter 15 locais disponíveis para atender todo o público-alvo, tanto de primeira quanto de segunda dose. A ampliação prevê evitar a formação de filas e aglomerações nestes locais, garantindo assim o cumprimento das recomendações do Ministério da Saúde.

De segunda a sexta-feira, a vacinação acontece das 8h30 às 16h. Quem for se vacinar deverá apresentar carteira de identidade, comprovante de residência, CPF e cartão SUS.

Além do grupo, também será aplicada a segunda dose em profissionais de saúde da linha de frente que se vacinaram entre 20 de janeiro e 19 de fevereiro; profissionais de saúde com mais de 60 anos imunizados entre 1º de fevereiro e 12 de fevereiro e também idosos maiores de 90 anos vacinados entre 1º de fevereiro e 19 de fevereiro. É importante ressaltar que apenas aqueles que tomaram Coronavac irão tomar a segunda dose neste momento, visto que o intervalo entre a primeira e segunda dose é de 14 a 28 dias. Quem tiver ultrapassado este prazo, também poderá comparecer para garantir a completa imunização.

Até a última quinta-feira (25), foram vacinados 5.694 profissionais de saúde com a primeira dose e 5.125  e 5.125 com a segunda; 526 idosos acima de 60 anos residentes em instituições de Longa Permanência com a primeira dose e 497 com a segunda; 207 profissionais de saúde acima de 60 anos com a primeira dose e 9 com a segunda; 8.913 idosos acima de 81 anos com a primeira dose e 203 com a segunda; 99 maiores de 18 anos com deficiência inclusiva com a primeira dose e 97 com a segunda. Sendo assim, foram aplicadas 21.370 doses, sendo 15.439 de primeiras doses e 5.931 de segunda.

 

“Brasil está como uma nau sem rumo”, diz Mandetta

ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta, que foi demitido por Jair Bolsonaro, critica duramente a gestão atual da pasta e o governo ao qual pertenceu. “A Cepa mais transmissível anda de Ferrari. Já a campanha de vacinação vai de carroça”, disse ele, em entrevista ao jornalista Mateus Vargas, no jornal Estado de S. Paulo.

Mandetta diz que alertou Bolsonaro logo no início da pandemia. “Quando tivemos o primeiro caso no Brasil e o sistema de saúde da Itália caiu. Mas ele começou a entrar na mesma vibe do Trump, não dimensionou. Ele tinha uma viagem aos EUA. Eu já estava dando o alerta, tinha de fazer um plano de biossegurança. Eles não queriam usar nem álcool em gel para não transparecer preocupação”, aponta. “Eles não queriam fazer nenhuma campanha de esclarecimento ao público.”

“O Brasil está como uma nau sem rumo. O que poderia ser feito: começar por colocar gente que entende de saúde e epidemia para conduzir, gerar políticas, recuperar o SUS. Tem de começar a refazer o sistema, que está totalmente fragmentado. Estamos num caos. Não tem liderança que fala pela saúde brasileira. O papel do ministério se perdeu”, ressalta ainda Mandetta.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.