Nova Iguaçu inicia segunda fase de vacinação contra gripe nesta terça-feira (11) e suspende aplicação da Astrazeneca em gestantes

maio 11, 2021 /

Nova Iguaçu entra na segunda fase da campanha de vacinação contra a gripe. A partir desta terça-feira (11) serão vacinados também idosos acima de 60 anos e professores, que devem apresentar contracheque ou crachá.

Crianças entre 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas e os profissionais de saúde continuarão sendo imunizados. São 40 pontos de vacinação, entre clínicas de família e postos de saúde, com horário de funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h. A vacinação contra a gripe acontecerá até o dia 9 de julho.

Seguindo orientação do Ministério da Saúde, pessoas que tomaram a vacina contra Covid-19 devem respeitar um intervalo de 15 dias para receberem a imunização contra a influenza. O mesmo deve ocorrer para aqueles que se vacinarem primeiro contra a gripe, que precisam aguardar o mesmo período para serem imunizados contra Covid-19. Em casos em que a pessoa tenha que optar uma pela outra, a Secretaria Municipal de Saúde recomenda que se priorize a Covid-19.

A lista completa com os endereços dos postos de vacinação está em: http://www.novaiguacu.rj.gov.br/semus/vacinacao-contra-a-gripe/

Aplicação da vacina Astrazeneca em gestantes suspensa

A Prefeitura de Nova Iguaçu informou nas redes sociais, a aplicação da vacina Astrazeneca em gestantes com comorbidades a partir desta terça-feira (11), conforme orientação da Anvisa. A bula atual do imunizante, não recomenda o uso da vacina sem orientação médica.

Em nota, a Anvisa pede que a orientação “seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI) a indicação da bula da vacina AstraZeneca e que a orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país”.

Vale salientar que, a imunização de puérperas e lactantes acima dos 18 anos com comorbidades segue normalmente nos 22 pontos de vacinação da cidade, das 8h30 às 16h.

Também está suspensa na cidade a aplicação da 2ª dose da Coronavac por falta do imunizante.

Aloma Carvalho