Nova Iguaçu empata com a Cabofriense e vai disputar a Série A do Carioca

fevereiro 22, 2021 /

O zagueiro Gilberto ( na foto em destaque) marcou o gol de empate que deu a classificação ao Nova Iguaçu

O Nova Iguaçu empatou em 1×1 com a Cabofriense e se classificou para a elite do futebol carioca. Alex Vinícius marcou para a Cabofriense. Nos acréscimos, aos 48 minutos do segundo tempo, o zagueiro Gilberto empatou para o time Laranja. O primeiro jogo da equipe da Baixada Fluminense no Carioca será contra o Flamengo, no dia 7 de março.

A Cabofriense mostrou força ofensiva e pressionou o Nova Iguaçu desde o início do jogo, pois só a vitória interessava ao time da Região dos Lagos. Aos 9 minutos, Alex Vinícius tentou de bicicleta, mas o goleiro Luiz Henrique fez boa defesa. Mas aos 14, a Cabofriense abriu o placar. Gama cruzou e Alex Vinícius empurrou para a rede. Aos 23, Anderson Kunzel quase empatou. Gustavo perdeu uma boa chance para o Nova Iguaçu. Ele recebeu de Yan, mas adiantou a bola e o goleiro George tirou com o pé.

O empate dava o acesso à Cabofriense, que voltou para o segundo tempo disposta a administrar o resultado. Precisando empatar o jogo, o Nova Iguaçu sufocou a Cabofriense Aos 29, em cobrança de escanteio, o goleiro George solta a bola no pé de Ezequiel, mas se recupera e faz a defesa.

O tempo vai passando e o desespero do Nova Iguaçu vai aumentando. Aos 34, em cobrança de escanteio, Mezenga sobe e, quase embaixo da trave, cabeceou mal e perdeu o gol de empate do Nova Iguaçu. A equipe da Baixada Fluminense aperta a Cabofriense, que quase fez 2×0, aos 46 Coutinho recebe de Gama e chuta para fora perdendo boa oportunidade.

Como quem não faz leva, a Cabofriense foi castigada aos 48 minutos, quando Gilberto aproveitou a cobrança de um escanteio e empatou o jogo para o Nova Iguaçu, levando a equipe Laranja para a elite do futebol.

 

Foto :Nova Iguaçu FC/Divulgação

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.