Na missa de Santo Antônio, Dom Luciano Bergamim pede ao povo para votar em candidatos honestos nas eleições deste ano

junho 13, 2018 /

 

   EVANGÉLICO, PREFEITO ROGÉRIO LISBOA NÃO VAI À FESTA DO PADROEIRO DE NOVA IGUAÇU

o bispo da Diocese de Nova Iguaçu, Dom Luciano Bergamim, exortou hoje (13) os eleitores a votarem nas eleições deste ano. Ao final da missa de Santo Antonio, padroeiro da cidade,  na catedral, ele pediu aos fiéis para não votarem em branco ou anularem o voto. O líder religioso disse que a Igreja Católica vai preparar um folder para orientar  e estimular os eleitores a votarem por um Brasil mais justo. Dom Luciano, que deixará a Diocese de Nova Iguaçu no próximo ano, quando completará 75 anos de idade, resumiu os principais legados deixados por Santo Antônio, o franciscano famoso:  ” São três amores: por Deus, pelos pobres e pela família”, destacou.  Ele pediu aos fiéis orações  pela paz, pelo Brasil e pela segurança pública.A missa solene ,presidida por Dom Joel Portela, Bispo Auxiliar do Rio de Janeiro, lotou todos os espaços da catedral de Santo Antônio de Jacutinga. A procissão dos fiéis com a imagem do santo homenageado sairá às 16 horas, informou o Vigário Geral da Diocese, Marcus Barbosa Guimarães. Dom Joel falou da importância  histórica e cultural de Santo Antônio para os fiéis da Baixada Fluminense, destacando a pobreza. Ao final, floram distribuídos centenas de pães. O prefeito de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa, não participou da missa. O médico Luiz Antônio Teixeira Júnior, o Luizinho, ex-secretário municipal de Saúde de Nova Iguaçu e ex-secretário estadual de Saúde, sentou-se no primeiro banco, ao lado do pai, mas depois de comungar  teve que socorrer uma idosa que sentiu-se mal. Luizinho pegou a idosa no colo, atravessou a multidão e a levou numa ambulância à Clínica da Família de Mesquita. Do lado de fora da catedral estava, ainda, o ex-prefeito Nelson Borrnier e outros pré candidatos nas eleições deste ano.

 

Luizinho recebe o carinho dos fiéis de Santo Antônio

A idosa que passou mal é socorrida por Luizinho e levada à Clínica da Família

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.