Municípios cobram que governo compre vacinas e retome Auxílio Emergencial

janeiro 27, 2021 /

 

A CNM (Confederação Nacional de Municípios) divulgou hoje uma carta para cobrar o governo federal por causa da A medida mais importante, de acordo com o comunicado, é a vacinação em massa. “É o único caminho para superar a crise sanitária e possibilitar a retomada do desenvolvimento econômico e social do país”.

Os municípios reclamaram da ausência de um planejamento efetivo e transparente sobre vacinas. Segundo eles, isso “impede a previsibilidade na ampliação da demanda pelos serviços de saúde”. Também pediram que esse assunto não envolva promoção de disputas políticas. Em relação ao Auxílio Emergencial, a CNM entendeu que “é necessário um extremo esforço fiscal”, mas ressaltou a importância desse pagamento mensal para famílias mais vulneráveis.

A entidade pediu mais compras de vacinas, o retorno do Auxílio Emergencial e fez outras propostas. De acordo com a CNM, “o que está acontecendo na Região Norte do Brasil é a prova do recrudescimento da grave crise sanitária que assola a todos os Estados e que exige a adoção de medidas urgentes”.

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.