Meninos de Belford Roxo foram mortos por traficantes, diz Secretário de Polícia Civil

setembro 10, 2021 /

Os meninos Lucas Matheus, Alexandre e Fernando Henrique, que desapareceram em Belford Roxo em dezembro do ano passado, foram mortos por traficantes, afirmou o secretário de Polícia Civil Allan Turnowski. De acordo com as investigações, Lucas Matheus, Alexandre e Fernando Henrique foram mortos pelo chefe tráfico da comunidade Castelar, Willer da Silva, o Estala.

“Quem matou os meninos da Baixada foram os traficantes da favela Castelar. Desde o início, a gente tinha esse linha como mais forte, mas também a gente tinha outras linhas que, durante a investigação, foram sendo descartadas“, explicou o secretário.

Turnowski afirmou ainda que Willer da Silva foi executado como queima de arquivo, no Complexo da Penha, após a polícia avançar na investigação. As investigações apontam que Willer havia pedido autorização autorização ao chefe da facção Wilton Quintanilha, o Abelha, para matar os meninos, mas não teriam dito que os supostos ladrões de passarinho eram crianças.

“Os traficantes do Castelar mataram essas crianças autorizados pela cúpula da facção criminosa. O que a gente tem é que, quando pediu autorização pras chefias que estavam presas, do tráfico, pra punir aquelas crianças, não foi falado que eram crianças”, explica o secretário de Polícia Civil, Allan Turnowski.

Lucas Matheus, Alexandre e Fernando Henrique sumiram no dia 27 de dezembro do ano passado, após saírem para brincar no bairro Castelar. A polícia busca pelas crianças há meses. Até hoje, os corpos não foram encontrados.

Aloma Carvalho