Marinheiro João Cândido : André Ceciliano, Waldeck Carneiro e Valdecy da Saúde inauguram placa de herói estadual em Coelho da Rocha

março 12, 2021 /

 

Para inaugurar a placa que reconhece como herói estadual o marinheiro João Cândido, líder da Revolta da Chibata, o deputado estadual Valdecy da Saúde acompanhou, nesta sexta-feira (12), o presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), André Ceciliano e o também deputado estadual, Waldeck Carneiro, autores da lei, em um visita a São João de Meriti.

Começando com um café da manhã na Casa da Cultura, na Praça da Bandeira, os parlamentares, acompanhados de outras autoridades, incluindo o deputado federal Chico D’angelo e os secretários da cidade, seguiram caminhando até a casa onde João Cândido morou, na rua Turmalina, em Coelho da Rocha, para inaugurarem a placa.

No início do século passado, João Cândido liderou marinheiros numa revolta para exigir o fim dos castigos físicos. Assim, entrou para a história como O Almirante Negro, eternizado na musica O Mestre Sala dos Mares, de João Bosco e Aldir Blanc. Com essa nova homenagem, além de herói municipal, o reconhecimento de João Cândido a nível estadual ganha um novo aliado.

A Lei estadual nº 5.808, de 25 de agosto de 2010, inscreveu o nome de João Cândido no Livro dos Heróis e Heroínas do Estado do Rio de Janeiro. Agora, a placa foi fixada no lar onde ele viveu a maior parte de sua vida e onde ainda residem seus familiares. Local que, recentemente, ganhou uma belíssima pintura em sua fachada.

Em sua fala, o deputado estadual Valdecy da Saúde reforçou que a cidade está muito sensível para a questão: “A história de João Cândido é muito positiva a nível nacional. Ele foi um grande militar, um homem que honrou seus compromissos com o Brasil. Todas as honrarias do mundo são merecidas a ele”, afirmou.

O presidente da Alerj aproveitou a entrevista para reforçar que é necessário o apoio mútuo entre o estado e o município: “Essa conversa é fundamental, precisamos trabalhar juntos para a memória do nosso Almirante Negro, João Cândido e fazer com que seja reconhecido como herói nacional também”, disse.

Último filho vivo de João Cândido, seu Candinho, contou emocionado que, independente de seu pai ser considerado herói, ele foi um morador da cidade por décadas: “Agradeço aos deputados, ao prefeito Dr. João Ferreira e à Câmara de Vereadores por mais essa homenagem. Estou felicíssimo e esperando o museu do Morro do Embaixador ficar pronto”, disse.

Fotos: Débora Vitória

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.