Maguito Vilela, prefeito eleito de Goiânia, morre de covid-19

janeiro 13, 2021 /

O ex-governador de Goiás e prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB), faleceu nesta quarta-feira (13), aos 71 anos, devido a complicações da covid-19. Maguito estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Albert Einstein, em São Paulo, lutando contra uma infecção pulmonar, em decorrência do coronavírus.

O Hospital Albert Einstein confirmou a morte do político. Segundo a unidade de saúde, Maguito faleceu às 4h10 de hoje.

No último dia 7, Maguito chegou a apresentar uma melhora no estado de saúde e o filho dele, Daniel Vilela, que também é presidente estadual do partido, disse que o pai estava mais “falante”. A família tinha expectativa que Maguito pudesse passar o aniversário em casa. No próximo dia 24, ele completaria 72 anos.

Em 2020, Maguito perdeu duas irmãs para a Covid-19 em agosto de 2020. No dia 19, morreu Nelma Vilela Veloso, de 76 anos; já no dia 28, a irmã mais velha, Nelita Vilela, de 82 anos, também faleceu.

Em nota, a Secretaria de Comunicação da capital informou que Maguito deve ser sepultado em Jataí. O corpo dele saiu, às 13h do Aeroporto de Congonhas, em SP, e a previsão é que aconteça uma breve cerimônia, por volta de 15h30, em Aparecida de Goiânia, onde o político já foi prefeito. Em seguida, o corpo seguirá em um carro do Corpo de Bombeiros para o Palácio das Esmeraldas, onde será velado.

O político passou por vários cargos públicos em Goiás: vereador, prefeito, governador e senador. Foi eleito gestor da capital com 52% dos votos no 2º turno das Eleições 2020.

Com a morte de Maguito, Rogério Cruz (Republicanos) vai assumir a administração de Goiânia.

Aloma Carvalho