Juiz Wilson Witzel defende truque no RJTV

outubro 16, 2018 /

Candidato a governador do Rio pelo PSC, o juiz federal aposentado Wilson Witzel defendeu agora ha pouco, durante uma entrevista ao RJTV segunda edição,o truque para seus colegas receberem gratificação por acúmulo de Vara. Ao expicar o conteúdo de um vídeo no qual orienta os juízes a receberem mais R$ 4 mil mensalmente de gratificação, Witzel disse não ser antiética esta “engenharia”, por estar numa Lei aprovada pelo Congresso Nacional que beneficiou juízes e promotores.Para que seja permitido o pagamento de mais R$ 4 mil, basta que o juiz ou promotor de uma Vara se afaste por 15 dias. ” Eu não dei dica nenhuma, foi uma interpretação equivocada”, esquivou_se o candidato ao ser cobrado pela apresentadora Maria Luiza Guimarães
Witzel também teve muita dificuldade para explicar o pagamento por empresários das despesas de um encontro promovido pela Associação Nacional dos Juízes Federais num resort em Comandatuba, na Bahia, em 2010. Ele disse que não presidia na época a entidade dos juízes, mas confirmou que era da direção desta Associação. ” Eu era diretor de esportes”, disse ele ao ser questionado por conflito de interesse. Ele disse que já resolveu a pendência com a Dívida Ativa em relação ao pagamento do IPTU de um imóvel no Rio, o mesmo pelo qual recebeu mensalmente R$ 4,3 mil como auxilio moradia.

Paes em Duque de Caxias
O candidato Eduardo Paes ( Democratas) viditou hoje o Hosputal do Olho em Duque de Caxias. O prefeito Washington Reis ( PMDB) expliciu ao ex_prefeito do Rio como consegue fazer 2 mil cirurgias oftalmológicas mensalmente. Paes disse wue, se eleito governador do Rio, construirá quatro unidades do Hospital do Olho: na Região Metropolitana, nas regiões Serrana, Norte e Noroeste Fluminense.
Foto: reprodução da TV Globo .

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.