Cinco pessoas morreram em incêndio na sede da maior fabricante de vacinas do mundo na Índia

janeiro 21, 2021 /

Segundo a imprensa indiana, a produção de vacinas contra a covid-19 não foi afetada

 

Um incêndio foi declarado nesta quinta-feira (21/1) no Serum Institute of India, maior fabricante mundial de vacinas, de acordo com imagens da televisão local. Pelo menos cinco pessoas morreram. A imprensa indiana disse que a produção de vacinas contra a covid-19 não foi afetada.

Os canais de televisão indianos exibiam imagens de uma enorme nuvem de fumaça cinza sobre as instalações do Serum Institute of India, em Pune, onde milhões de doses da vacina contra o coronavírus Covishield, desenvolvida pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, estão sendo produzidas atualmente.

O jornal The Times Of India publicou em sua página no twitter um vídeo com imagens do incêndio. Confira:

Segundo o jornal “Times of India”,cinco pessoas morreram no incêndio. O prefeito da cidade de Pune, Murlidhar Mohol, disse que os mortos são provavelmente trabalhadores de construção civil que estavam no prédio.

Poonawalla, diretor-executivo do Serum Institute of India, afirmou que a unidade que pegou fogo produz vacinas para o rotavírus. Ele estima que a perda nessa linha de produção será de até 40% do volume de doses.

Os bombeiros afirmaram que ao menos cinco caminhões foram enviados para combater o fogo no prédio e que o incêndio foi controlado. Murlidhar Mohol disse que o fogo pode ter começado durante o trabalho de soldagem, entretanto, ainda não se sabe a causa real do incêndio.

Agência France-Presse

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.