Governo do Rio vai distribuir absorventes para estudantes

outubro 14, 2021 /

A medida vai atender aproximadamente 326 mil estudantes da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro

Para atender de forma emergencial à demanda das estudantes da rede estadual de ensino, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação (Seeduc), descentralizou recursos financeiros para que as direções das unidades escolares possam comprar absorventes higiênicos femininos. O objetivo é que os materiais sejam disponibilizados, de forma gratuita, às 326.650 alunas de 10 a 55 anos nas escolas públicas do estado. A transferência desses recursos emergenciais está prevista para as unidades escolares até o próximo dia 20 de outubro, o que viabilizará a aquisição imediata dos absorventes.

– É papel do Estado entender as demandas e tentar solucioná-las no menor tempo possível, principalmente dentro de um assunto tão sensível quanto a saúde feminina. Determinei que houvesse a descentralização dos recursos para que as mulheres possam ter o mínimo de conforto e não deixem de frequentar a escola durante o período menstrual – disse o governador Cláudio Castro.

Todo o processo de entrega dos absorventes será de responsabilidade da direção das unidades, com acompanhamento das Regionais Administrativas e coordenações de operações da Seeduc.

– Solucionar esse problema, que pode trazer graves impactos na saúde e na educação das estudantes carentes da nossa rede de ensino, nos motivou a agilizar todo o processo – afirmou o secretário de estado de Educação, Alexandre Valle.

Cada aluna receberá 32 absorventes mensais

O estudo da Secretaria de Estado de Educação, realizado a partir do número total de matrículas do ano letivo de 2021, apontou que cada uma das 326.650 estudantes da rede, com idade entre 10 e 55 anos, vai receber, por mês, quatro pacotes com oito absorventes cada ou um pacote com 32 unidades.

A medida está descrita na Lei 9.404/21, sancionada pelo governador Cláudio Castro e publicada no Diário Oficial do Estado de 19 de setembro, sobre a disponibilização gratuita de absorventes higiênicos femininos nas escolas públicas do Estado do Rio de Janeiro.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.