Fluminense reage e arranca empate contra o River Plate no Maracanã

abril 23, 2021 /

O atacante Fred (foto) mostrou o seu faro de gol e empatou o jogo para o Fluminense numa assistência de Cezares

fotos: Lucas Merçon/FFC

 

Clébio Luiz

Não foi com vitória, mas o Fluminense fez uma boa partida contra o River Plate, nesta quinta-feira (22/04), no Maracanã. O tricolor empatou em 1×1 e o atacante Cazares – que entrou no segundo tempo – foi o destaque do Fluminense. A partida foi válida pela Copa Libertadores.

Desde 2012 sem disputar a competição, o Fluminense começou o jogo nervoso e permitiu que o River controlasse o jogo. Aos 10 minutos, os argentinos abriram o placar. Yago erra um passe na defesa e Borré é lançado em profundidade. O atacante toca na bola e é derrubado pelo goleiro. O árbitro marca pênalti. Montiel cobra e faz 1×0.

O Fluminense dá o troco com Luccas Claro. O zagueiro cabeceia no canto e Armani defende. Aos 14, novamente Luccas Claro tenta, chuta e Armani segura. O time carioca continuava apertando a marcação. Aos 20, Luiz Henrique cruza para Nenê, que chuta de primeira e isola a bola.

Apesar de equilibrar o jogo, o Fluminense continuava errando passes e falhando na marcação. O River Plate aproveita e quase amplia com De La Cruz, mas Yago salva de carrinho. Aos 41, Egídio cruza para Fred, mas a zaga afasta o perigo.

Cazares desequilibra

O River Plate voltou para o segundo tempo mantendo o volume de jogo. Aos 9 minutos, Alvarez cobra escanteio e Borré quase amplia. O goleiro Marcos Felipe defende bem.
Sentindo que estava sendo dominado, o técnico Roger Machado mexeu no time aos 12 minutos. Ele tirou Kayky e Nenê, lançando Gabriel Teixeira e Cazares. As mudanças surtiram efeito e o Fluminense começou a se reencontrar no jogo, pois Cazares se movimenta bastante.

Aos 20, o Fluminense empata. Em um contra-ataque rápido, Fred toca para Cazares e recebe um lindo passe. Ele chuta forte de primeira e vence Armani. Aos 28, Roger Machado tirou Fred e Luiz Henrique, colocando Lucca e Abel Hernández. Aos 32, novamente Cazares. Ele lança Lucca, que avança, mas na hora do chute é travado.O River responde aos 36, quando Borré dribla Luccas Claro e chuta cruzado. Por pouco Girotti não alcança a bola para desempatar.

No final do jogo, o Fluminense desperdiçou uma boa chance. Cazares cruzou e a bola sobrou para Abel Hernández, que não conseguiu dominar. A bola volta para Cazares chutar forte para uma excelente defesa de Armani.
Para um retorno, até que o resultado não foi tão ruim para o Fluminense, que “vira a chave” para enfrentar o Madureira, no domingo, pelo Campeonato Carioca.
.

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.