Flamengo precisa vencer o Sport hoje para manter as chances de conquistar o Brasileirão

fevereiro 1, 2021 /

 

Em boa forma, Gabigol  (foto) é um dos trunfos para que o Flamengo vença o Sport e mantenha chances no Brasileirão

 

 

Pressionado por causa das vitórias de Inter e Atlético – MG, o Flamengo entra nesta segunda-feira (01-02), às 20h, na Ilha do Retiro, para enfrentar o Sport com apenas uma meta: vencer e voltar a encostar no Colorado, que tem 65 pontos, contra 58 do rubro-negro carioca. Já o Sport tentará dificultar a vida do Flamengo, pois está em 16º lugar, com 35 pontos, à beira da Zona de Rebaixamento. A rodada prossegue na terça-feira (02-02), com o Botafogo enfrentando o Palmeiras, às 16h, em São Paulo.

Ainda sob os efeitos da vitória de 4×2 contra o Grêmio, o técnico Rogério Ceni terá a volta do goleiro Diego Alves e acredita que o Flamengo tem condição de vencer o Sport e chegar a 61 pontos. O treinador deverá escalar a seguinte equipe: Diego Alves, Isla, William Arão, Gustavo Henrique e Felipe Luís; Diego, Gerson, Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabigol.

 

 

Marcão desfalca o Sport

 

À beira da Zona de Rebaixamento, o Sport não terá o volante Marcão (suspenso) e o atacante Leandro Barcia, que se recupera de contusão. O técnico Jair Ventura está quebrando a cabeça para montar a equipe que enfrentará o Flamengo. O Sport deverá iniciar a partida com:  Luan Polli, Adryelson, Iago Maidana, Junior Tavares e Raul Prata; Ronaldo Henrique, Betinho e Thiago Neves; Marquinhos, Patric e Dalberto.

 

Foto: Alexandre Vidal (CR Flamengo/divulgação)

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.