Flamengo perde no Paraná e vê o Internacional disparar na liderança do Brasileirão

janeiro 24, 2021 /

O zagueiro Gustavo Henrique  (foto) fez um bom jogo e marcou o gol do Flamengo
Foto: Flaresenha/divulgação

O Flamengo está cada vez mais longe de conquistar o Campeonato Brasileiro. Neste domingo (24), o rubro-negro carioca foi derrotado por 2×1 pelo Athletico -PR, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com a derrota, o Flamengo continua na terceira posição, com 55 pontos. O problema é que o líder Internacional venceu o Grêmio por 2×1 e chegou a 62 pontos, disparando na liderança.

 

O jogo

O jogo começou truncado, com as duas equipes marcando em cima. A primeira chance foi do Athlético, quando a bola ficou na área do Flamengo e Canesin tenta uma bicicleta, mas a zaga afastou.
O Flamengo trocava muitos passes, mas sem objetividade. O Athlético apertava a marcação. Em uma boa jogada o Furacão quase abriu o placar. Carlos Eduardo chuta cruzado da direita e Hugo Souza espalma. Na sobra, Renato Kayzer bate forte e Hugo espalma, afastando o perigo.
Aos 22, em uma falha do setor defensivo do Flamengo, Nikão cruzou da direita. O lateral Abner aparece sozinho pela esquerda, fuzila Hugo Souza e faz 1×0 para o Furacão. Aos 29, em jogada parecida, Abner quase aumenta, mas Hugo Souza conseguiu defender.
O Flamengo começou a tentar fazer pressão e conseguiu seu gol. Arrascaeta cobrou falta para a área. O zagueiro Gustavo Henrique aparece e cabeceia para o chão, vencendo o goleiro Santos e empatando a partida. O Furacão quase desempatou aos 42, quando Renato Kayzer cabeceia e Hugo Souza defende.

Substituições não deram certo

O segundo tempo começa com o Furacão no ataque. Aos 5, Nikão cobra falta no meio do gol e Hugo defende bem. O Flamengo dá o troco aos 12, quando Gustavo Henrique cabeceia e Renato Kayzer afasta. Aos 17, Diego chuta de fora da área, mas a bola vai para fora. O Athlético tenta recuperar o domínio do jogo. Aos 25, Cristhian do meio de campo tenta encobrir Hugo Souza, mas o goleiro defende.
Em busca de mais fôlego para o time, o técnico Rogério Ceni tira Gabigol, Arrascaeta e Éverton Ribeiro, colocando Pedro,Pepê e Rodrigo Muniz. O Flamengo aperta no ataque no ataque. Pedro domina na área e é travado na hora do chute.
Mas,aos 38, o Furacão contra-ataca. Khellven cruza da direita e Renato Kayzer surge na frente de Hugo Souza e faz 2×1, jogando um balde de água fria na tentativa de reação do Flamengo.
O rubro-negro ainda tentou empatar. Pepê cruzou da esquerda, Pedro subiu e cabeceou para fora. O Furacão segurou o resultado, somou mais três pontos e pulou para o 11º lugar.

Fluminense e Botafogo jogam às 20h30, em São Januário.

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.