Flamengo joga contra o Coritiba pela Copa do Brasil; Fluminense e Vasco se classificam

junho 10, 2021 /

*Clébio Luiz

Sem o técnico Rogério Ceni, que testou positivo para a Covid-19, o Flamengo enfrenta o Coritiba nesta quinta-feira (10/06), às 19h, no estádio Couto Pereira, em Curitiba. É provável que o rubro-negro não conte com Gerson, Pedro e Rodrigo Caio, que estavam na seleção brasileira. Nos casos de Gérson e Pedro, na olímpica. O SporTV transmite o jogo.

Pelo planejamento, Everton Ribeiro e Gabigol viajaram para Curitiba e poderão ser utilizados pelo técnico Maurício Souza. Gabigol ainda será avaliado.

Provável escalação: Diego Alves, Matheuzinho, Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Gomes, Diego, Everton Ribeiro (Michael), Vitinho, Bruno Henrique e Muniz.

Confronto equilibrado

Coritiba e Flamengo já jogaram seis vezes pela Copa do Brasil. Cada equipe venceu duas e houve dois empates.

O técnico Gustavo Morínigo poderá fazer duas mudanças. É provável que Romário seja improvisado na lateral esquerda, na vaga de Natanael. Outra mudança prevista é a entrada de Robinho na vaga do atacante Waguininho. O objetivo é fechar o meio campo para neutralizar as principais jogadas do Flamengo.

Morínigo deverá escalar o seguinte time: Wilson; Igor, Nathan Ribeiro, Luciano Castán e Natanael (Romário); Willian Farias, Val e Matheus Sales; Rafinha, Waguininho (Robinho) e Léo Gamalho.

Fluminense perde, mas garante a vaga

O Fluminense sofreu e, apesar da derrota de 2×1 para o Bragantino, na quarta-feira (09/06), em Bragança Paulista, conseguiu avançar para as oitavas de final da Copa do Brasil. Nenê, com um golaço de falta, colocou o tricolor em vantagem. O venezuelano Hurtado marcou para o Bragantino.

O argentino Germán Cano fez o gol de empate que classificou o Vasco / Foto: Rafael Ribeiro/ Vasco

O Fluminense começou bem e até controlou o jogo. Aos 15 minutos do segundo tempo, o “vovô” Nenê cobrou falta no ângulo sem chance para o goleiro Júlio César. Precisando vencer o jogo por dois gols de diferença para levar a decisão para os pênaltis, o técnico do Bragantino, Maurício Barbieri, colocou Hurtado no jogo. O venezuelano incendiou a partida e marcou dois gols: um aos 22 e outro aos 42. Mas já era tarde e o Fluminense se classificou.

Vasco se classifica no sufoco

Favorecido pelo jogo de ida, quando venceu em Bacaxá por 1×0, o Vasco empatou em 1×1, nesta quarta-feira (09/06), em São Januário, e passou para a próxima fase da Copa do Brasil. O Boavista abriu o placar com Michael Douglas, no primeiro tempo. O Vasco empatou com Germán Cano, na etapa final.

Nenê comemora o golaço que fez em Bragança Paulista e que classificou o Fluminense/ Foto: Lucas Merçon / Fluminense

Aos 15 minutos do segundo tempo: o Boavista vencia por 1×0 e o jogo ia para os pênaltis. Gabriel Pec marcou um gol, mas o árbitro, que confirmou, acabou recuando na decisão e anulou.
Aliás, Gabriel Pec quase marcou um golaço logo no início do jogo. Ele tocou por cobertura, mas o goleiro Ary evitou e fez uma linda defesa com as pontas dos dedos.

Aloma Carvalho