Flamengo goleia Unión La Calera e assume liderança na Libertadores

abril 28, 2021 /

Gabigol ( foto em destaque) marcou dois gols na vitória do Flamengo sobre o Unión La Calera

 

Clébio Luiz

Com a vitória de 4×1 sobre o Unión La Calera, nesta terça-feira (27/04), no Maracanã, o Flamengo se isolou na liderança do Grupo G na Copa Libertadores com 6 pontos. Os gols do rubro-negro foram Arrascaeta, Gabigol (2) e Pedro. A LDU venceu o Vélez Sarsfield por 3×1, em Quito, e chegou a 4 pontos.
O Flamengo começou pressionando o Unión La Calera. Logo a um minuto Bruno Henrique aproveita o espaço e chuta, mas o goleiro Árias defende. O time marca a saída de bola, mas esbarra na retranca dos chilenos.
Aos 9, Isla recebe de Éverton Ribeiro pela direita e cruza para Diego, que chuta de primeira para fora. Mas o Unión La Calera ameaça aos 16. Valencia arrisca um chute de dentro da área. A bola bate na defesa e vai para escanteio.

Primeiro tempo tranquilo

O Flamengo tenta furar o bloqueio do Unión La Calera trocando passes. Aos 25, Gérson quase fez um golaço. Ele recebe de Bruno Henrique na área, dá um lençol no zagueiro e, ao tentar o chute, a bola é jogada para escanteio.
Aos 29, Gabigol recebe e chuta rasteiro, mas o goleiro Árias defende. Mas, de tanto insistir, o Flamengo conseguiu o gol. Arrascaeta lança Gabigol pelo meio. O atacante toca de esquerda e faz 1×0. É o sexto gol do artilheiro em oito jogos. O time chileno vai ao ataque e quase complica o Flamengo após Diego Alves sair jogando errado e Wimberg tentar o gol. Arão corta. O rubro-negro vai ao ataque rapidamente. Bruno Henrique toca para Arrascaeta na entrada da área. O uruguaio bate no canto e faz 2×0. Dois minutos depois Gerson aumenta, mas o juiz anula, pois o meia solou o defensor chileno. O time consegue boa vantagem no primeiro tempo.


Com a vitória, o Flamengo lidera o Grupo G da Libertadores com 6 pontos

 

La Calera assusta

Com Valdivia (ex-palmeiras) Saez nos lugares de Jeisson Vargas e Cavalleri, o Unión La Calera começa o segundo tempo pressionando o Flamengo, que recua para contra-atacar. Aos 7 minutos, Gabigol chuta fraco e Árias defende. Aos 11, a defesa falha, Saez entra em velocidade e chuta sem chance para Diego Alves, fazendo 2×1.
O Flamengo tenta voltar ao ritmo e vai ao ataque. Arrascaeta cobra falta e Árias espalma. Aos 18, Árias entrega a bola para Gabigol, que não aproveita. Dois minutos depois, Gabigol passa para Éverton Ribeiro, que chuta e a defesa desvia para escanteio.
O Unión La Calera começa a apertar a marcação para evitar o toque de bola do Flamengo. Aos 25, Gabigol reclama que foi empurrado na área, mas o árbitro manda o jogo seguir. Em uma bola na área do Flamengo, Diego Alves e Bruno Viana se enrolaram e o time chileno quase empata.
O Flamengo vai ao ataque e Diego chuta com perigo à direita. Aos 34, Gabigol recebeu de Bruno Henrique pela direita e chutou no contrapé do goleiro Árias e faz 3×1. É o 14º gol de Gabigol em Libertadores.

Golaço de Pedro

Rogério Ceni saca Everton Ribeiro e lança Vitinho para ganhar fôlego no meio. Bruno Henrique também é substituído por Pedro. Mal entrou, Pedro deixou sua marca. Vitinho avançou pela direita, toca para Pedro, que está na bola com Arrascaeta. Pedro dribla o zagueiro e dá uma “cavadinha” e faz um golaço. 4×1.
No finalzinho, Rogério Ceni tirou William Arão, Diego e Arrascaeta e coloca Léo Pereira, João Gomes e Michael. O time toca a bola e tenta mais um chute com Gérson, mas Árias defende. Aos 48, Vitinho cobra falta e o goleiro espalma.
O próximo jogo do Flamengo será no sábado (01/05) pelo quadrangular decisivo do Campeonato Carioca, às 21h05, contra o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira.

fotos de Alexandre Vidal e coluna do Flamengo

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.