Flamengo ‘atropela’ o Vasco e diferença para o Internacional cai para 2 pontos

fevereiro 5, 2021 /

Bruno Henrique ( foto) sobe de cabeça e faz o segundo gol do Flamengo

 

Agora embolou de vez! O Flamengo venceu o Vasco por 2×0, nesta quinta-feira (04/02), no Maracanã, e chegou aos 64 , pontos, contra 66 do líder, o Internacional, que empatou em 0x0 com o Athletico – PR. Flamengo e Inter ainda se enfrentam no Maracanã. O Vasco continua com 37 pontos, fora da Zona de Rebaixamento. Os gols da partida foram marcados por Gabigol e Bruno Henrique.
O Flamengo sabia que só a vitória interessava e começou marcando o Vasco em cima e imprimiu um ritmo veloz no primeiro tempo comandado por Gerson no meio-campo. Mas aos 6 minutos, o lateral Filipe Luís tentou recuar para Gustavo Henrique, que escorregou. Cano pega a bola, toca para Pikachu, que é travado por Gerson. Daí em diante só deu Flamengo.
Logo aos 7, em contra-ataque rápido, Arrascaeta finaliza fraco e Fernando Miguel defende com tranquilidade. Aos 11, Arão pega um rebote da defesa e chuta de primeira, mas a bola bateu em Gabigol. O próprio Gabigol perdeu um gol feito. Ele recebeu sozinho, cara a cara com Fernando Miguel e finaliza rasteiro, mas o goleiro defende com o pé esquerdo.
Apático, o Vasco não conseguia atacar e dava espaço para o Flamengo, que vai empilhando chances. Aos 25, Bruno Henrique cruza para Gabigol, mas a bola quica e engana o atacante. Aos 28, Gerson quase marca um golaço em um chute forte de fora da área que Fernando Miguel espalmou.
O Flamengo continuou atacando um Vasco recuado. Em uma cobrança de falta de Arrascaeta, Filipe Luís cabeceou de costas e Marcelo Alves afastou o perigo. De tanto martelar, no finzinho do primeiro tempo o Flamengo abriu o placar. Filipe Luís cruza na área, Arrascaeta toca de cabeça para Bruno Henrique, que sofre carga por trás de Léo Matos. Após consultar o VAR, o juiz Rafael Klauss marca pênalti, que Gabigol bate com categoria, deslocando o goleiro Fernando Miguel.

Gabigol se irrita

Para o segundo tempo, o técnico Vanderlei Luxemburgo fez três substituições e colocou Carlinhos, Juninho e Catatau nos lugares de Léo Matos, Benítez e Pec.
O Vasco voltou melhor e pressionando o Flamengo. Aos 4 minutos, Catatau arrisca de longe e Hugo Souza defende. Dois minutos depois, Pikachu faz boa jogada em cima de Bruno Henrique pela direita e cruza na área para Cano de frente para o gol. O argentino finaliza mal e a bolsa vai para fora.
Em um contra-ataque pela esquerda, Bruno Henrique escapa e tenta finalizar, mas é desarmado pelo zagueiro Aos 17, Diego deixa o campo e entra João Gomes. No Vasco, Tales Magno substituiu Léo Gil.
Em um ataque do Flamengo, a bola sobra na área do Vasco para Arrascaeta, que sem ângulo pega de primeira e chuta para fora.

Vasco pressiona

O Vasco dá o troco aos 21, quando Cano foi derrubado por Gustavo Henrique na entrada da área. Pikachu cobra no ângulo e Hugo Souza faz excelente defesa. Rogério Ceni saca Gabigol e Arrascaeta para colocar Pedro e Vitinho. Gabigol sai irritado. Luxemburgo troca Bruno Gomes por Andrei.
Mesmo não jogando tão bem, o Flamengo fez 2×0. Aos 31, Everton Ribeiro cobra escanteio da direita. Bruno Henrique sobe de cabeça e faz seu centésimo gol na carreira e o oitavo no Brasileirão. O Vasco tenta se recompor, mas sem muita criatividade. Em uma jogada alçada na área, Hugo Souza sai do gol e afasta o perigo.
O Vasco não desiste e tenta atacar. Em uma bola cruzada na área, Marcelo cabeceia e Cano divide com o goleiro Hugo,que abafa a jogada e a bola vai para escanteio. Para dar gás à equipe, Rogério Ceni tira Gerson (machucado) e Bruno Henrique, lançando Pepê e Michael.
Nos minutos finais, o Flamengo tocou a bola esperando o apito final para marcar três pontos.
No domingo (07/02), o Flamengo enfrenta o Bragantino, em Bragança Paulista. O rubro-negro irá “secar” o Internacional, que na quarta-feira (10/02), recebe o Sport, no Beira Rio. O Vasco joga contra o Fortaleza, no dia 10, na capital cearense.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.