Favorito na disputa com Baleia Rossi, Artur Lira já tem mais de 300 votos para presidir a Câmara, garante Deputado Dr. Luizinho

janeiro 31, 2021 /

Na foto em destaque, os deputados Dr. Luizinho e Artur Lira conversam com jornalistas à saída do Palácio Guanabara

 

* Por Paulo Cezar Pereira

 

Escolhido a dedo pelo senador Ciro Nogueira ( PI)), presidente nacional do Progressistas, para ser um dos quatro coordenadores da campanha de Artur Lira à presidência da Câmara dos Deputados,  Luiz Antônio Teixeira Júnior, o Dr. Luizinho, do Rio de Janeiro, fez ontem  ( 30) um bate-volta para almoçar com a família na Barra da Tijuca. À tarde, ele  já estava voando para Brasília para ajudar na conquista de mais votos dos colegas para seu companheiro de partido.

Hoje, domingo, Dr. Luizinho me informou que Lira já contabilizava mais de 300 votos, o suficiente para derrotar o deputado Baleia Rossi (MDB-SP), o candidato de Rodrigo Maia (DEM-RJ), principal adversário. Muito trabalhador e organizado, coube a Dr. Luizinho organizar encontros e acompanhar Artur Lira em praticamente todos os estados.

 

Lira pediu apoio a Cláudio Castro no Palácio Guanabara

 

A coordenação da campanha de Lira estima que ele terá cerca de 350 votos amanhã ( 1º de fevereiro), segunda-feira, dia da eleição que está mobilizando há meses os políticos, empresários e o governo Bolsonaro. A previsão é que Lira tenha a metade dos votos dos deputados do Democratas, o que deixaria Rodrigo Maia enfraquecido dentro de sua própria legenda e facilitaria a tramitação e aprovação de propostas do presidente Jair Bolsonaro.

A conquista da Câmara pelo PP de Artur Lira, se confirmada pelos votos da maioria dos deputados, fortalecerá o senador Ciro Nogueira e a bancada federal do Progressistas na Câmara e cacifará o Centrão nas negociações da reforma ministerial.

 

Senador Ciro Nogueira

Presidente de um dos partidos com mais votos no Congresso Nacional e boas bancadas em Assembleias Estaduais, o senador Ciro Nogueira  tornou-se o homem mais poderoso do Governo sem ter cargo.  A eminência parda do presidente Jair Bolsonaro transita com desenvoltura no Legislativo, passa por portas palacianas sem agendas e virou alvo de demandas diversas suprapartidárias.

Emplacou um ministro no Supremo Tribunal Federal – ele é o principal padrinho da indicação de Nunes Marques, e comemorou abertamente no Twitter – e pode conquistar a presidência da Câmara dos Deputados na figura de Arthur Lira, deputado de seu partido que apadrinha. É do Progressistas uma das futuras vagas na iminente minirreforma ministerial . O partido espera que Bolsonaro lhe entregue o ministério da Saúde.

A vitória de Lira, no Rio, fortalecerá o governador em exercício Cláudio Castro no Palácio do Planalto e abrirá portas para as demandas do estado, particularmente na área econômica. Não é à toa que, terça-feira (02/02), os 70 deputados estaduais da Alerj, com o apoio declarado de Castro,  reelegerão André Ceciliano para mais um mandato de presidente da Assembléia Legislativa do Rio. Até agora nenhum deputado, da esquerda ou da direita,  registrou chapa para disputar o poder com Ceciliano, um petista quilômetros à frente das disputas ideológicas.

André Ceciliano, presidente da Alerj

Cláudio Castro, governador em exercício do Rio de Janeiro

 

Professor na arte da costura política, André Ceciliano abriu as portas do parlamento para Artur Lira e reuniu em torno do candidato mais da metade dos 46 deputados federais do Rio, além de ter participado, a convite de Dr. Luizinho, das articulações que fortaleceram o favoritismo do deputado da base governista. Baleia Rossi está encerrando sua campanha sem ter feito qualquer encontro na sede do parlamento fluminense.

Dr. Luizinho, coordenador da Comissão de Coronavírus e da campanha de Artur Lira

 

A vitória de Lira fortalecerá o deputado Luiz Antônio Teixeira Júnior. Apontado como um dos nomes do PP para reforma ministerial, Dr. Luizinho já foi secretário municipal de saúde em Nova Iguaçu e do estado do Rio de Janeiro. Atualmente ele preside a Comissão Exterrna do Coronavírus e entre muitos de seus projetos transformados em leis um virou a Lei da Covid-19.   No Rio, Dr. Luizinho é a principal aposta de seu partido para substituir Francisco Dornelles na presidência do Progressistas no estado.

 

*Paulo Cezar Pereira é jornalista

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.