Escolas do Rio começam o troca-troca de carnavalescos e coreógrafos

maio 3, 2022 /

Gabriel Haddad e Leonardo Bora, campeões pela Grande Rio, renovaram o contrat

Clebio Luiz

Acabou o carnaval, mas as escolas de samba já estão se movimentando para a folia do ano que vem. Nesse período, as trocas são normais nas agremiações. A campeã Grande Rio acredita que em time que está ganhando não se mexe e tratou de renovar com os carnavalescos Gabriel Haddad e Leonardo Bora. A Portela optou por ficar com Renato Lage e Márcia Lage, que conquistaram o 5º lugar este ano. Outras escolas fizeram mexidas.

 A Mangueira, por exemplo, dispensou o carnavalesco Leandro Vieira, que pode aterrissar na Imperatriz Leopoldinense, pois a agremiação não renovou com Rosa Magalhães. Já o campeoníssimo Paulo Barros trocou a Tuiuti pela Vila Isabel, que não renovou com Edson Pereira. O carnavalesco vai para o Salgueiro, no lugar de Alex de Souza.

  Mas a “dança das cadeiras” atinge também os coreógrafos, que são responsáveis por ensaiar a comissão de frente das escolas de samba. Veja a movimentação:

Priscila Mota e Rodrigo Neri:  saem da Mangueira e vão para o Viradouro

Alex Neoral e Márcio Jahú:  saem da Viradouro e vão para a Vila Isabel

Márcio Moura: deixou a Vila Isabel

Jorge Teixeira e Saulo Finelon: saem da Mocidade Independente

Marcelo Misailidis: sai da Beija-Flor

Sérgio Lobato: renovou com a Unidos da Tijuca

  

 

 

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.

[ivory-search 404 "The search form 61543 does not exist"]