Empate com o Atlético – MG deixa o Fluminense em 5º lugar brigando por vaga na Libertadores

fevereiro 11, 2021 /

Fluminense e Atlético- MG não saíram do 0x0 na quarta-feira (10), no Maracanã. O resultado deixou o Galo, que tem 61 pontos, mais distante do líder Internacional (66). Com mais um ponto somado, o tricolor carioca chega a 57 e continua em quinto lugar, mirando uma vaga na Libertadores.

O Fluminense mostrou ser um time compacto na defesa e com boas jogadas no ataque. Os 10 primeiros minutos mostram que as equipes estavam se estudando. O atacante Luiz Henrique se movimentava e dava trabalho à defesa atleticana. Aos 15, ele tenta cruzar, Arana bloqueia, mas Luiz Henrique pega o rebote e chuta para a boa defesa de Everson.

O Atlético tentava algumas jogadas, mas sem muita efetividade, pois a defesa do Fluminense marcava bem. Porém, Savarino pela esquerda causava problemas. O primeiro tempo terminou com poucas oportunidades.

No intervalo, o técnico Marcão sacou Fred e colocou o garoto John Kennedy. Aos 2, Callegari dribla o marcador e cruza rasteiro, mas a defesa do Atlético afasta a bola para escanteio. Mas o Galo voltou a atacar e Savarino cruza para Sasha, que cabeceia para fora. Aos 14, Vargas recebe pela esquerda, avança para o meio e chuta em cima de Matheus Ferraz, que desvia a bola para escanteio.

O Fluminense começa a afrouxar a marcação e o Galo aperta o ritmo, pois sente que só a vitória o mantém com chances e conquistar o título. Aos 25, Marcão troca Lucca por Fernando Pacheco e Luccas Claro (que saiu machucado) por Frazan. Aos 27, John Kennedy passa por Junior Alonso e Guga, invade a área e cai. O árbitro manda a jogada seguir.

Aos 32, quase o Atlético abre o placar. Marrony recebe na esquerda e cruza rasteiro buscando Savarino na área. O venezuelano se estica todo, mas não consegue tocar na bola. Aos 45, Tardelli recebe um cruzamento de Guilherme Arana, mas é pressionado por Matheus Ferraz que consegue afastar o perigo.

O Atlético continua no ataque e pressiona em busca do gol. Arana arrisca de fora da área buscando surpreender o goleiro Marcos Felipe, que voa e faz ótima defesa. No finalzinho, o Fluminense desperdiçou três chances. A primeira, aos 47. Fernando Pacheco recebe ótimo passe e finaliza para a boa defesa de Everson, que sai da meta e evita o gol. Aos 50, Egídio cruza para a área. Novamente Fernando Pacheco domina e chuta, mas Júnior Alonso cede o escanteio. O tricolor carioca não desiste e, aos 52, Michel Araújo arrisca um chutaço de longe e obriga Everson a fazer excelente defesa.

Aloma Carvalho