Em encontro privado, Bolsonaro ataca jornalistas e diz que latas de leite condensado são para ‘enfiar no rabo da imprensa’

janeiro 27, 2021 /

Durante almoço com apoiadores nesta quarta-feira (27), o presidente Jair Bolsonaro voltou a atacar a imprensa após o jornal Metrópole tornar pública uma lista com gastos do governo federal na compra de alimentos, entre eles a despesa de R$ 15 milhões em latas de leite condensado.

“Quando vejo a imprensa me atacar dizendo que comprei 2 milhões e meio de latas de leite condensado… Vai pra puta que o pariu, imprensa de merda! É pra enfiar no rabo de vocês da imprensa essas latas de leite condensado”, xingou Bolsonaro.

O ataque de Bolsonaro à imprensa ocorreu durante um almoço com artistas e empresários em uma churrascaria em Brasília (DF).

A reportagem sobre os gastos do governo federal com alimentação foi publicada no último domingo (24) e causou indignação da população. Depois da polêmica, o Portal da Transparência do governo federal saiu do ar ainda na noite de terça-feira (26).

Um levantamento feito pelo (M)Dados, núcleo de jornalismo de dados do jornal Metrópoles, apontou que o Executivo federal gastou, em 2020, mais de R$ 1,8 bilhão em alimentos.

O valor foi retirado do Painel de Compras atualizado pelo Ministério da Economia, no qual consta que os órgãos federais gastaram R$ 32,7 milhões com pizza e refrigerante; mais de R$ 16,5 milhões em batata frita embalada; e mais de R$ 14 milhões na compra de molho shoyu, molho inglês e molho de pimenta juntos. Em uva-passa, foram pagos pouco mais de R$ 5 milhões. Sem contar a goma de mascar, que custou R$ 2,2 milhões aos cofres públicos.

Aloma Carvalho