Durante trabalho na Serra do Rio, Claudio Castro anuncia obras e investimentos na região

janeiro 13, 2021 /

Durante três dias, o governador em exercício Claudio Castro trabalhou na região serrana do Rio, como uma forma de marcar os 10 anos da tragédia que afetou a vida de milhares de pessoas. Nas agendas, Cláudio Castro anunciou, ao lado dos secretários, investimentos de mais de R$ 500 milhões, que vão da prevenção de acidentes ao bem-estar da população.

Em Teresópolis, o Governo realizou um fórum que reuniu 15 prefeitos e secretários municipais, onde foram discutidas as demandas das cidades. O governador em exercício ainda esteve com empresários locais nas três cidades que se tornaram sede do Governo: Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis. Ao longo dos três dias, lideranças comunitárias foram recebidas para que o Estado pudesse ouvir as demandas da população. Foi o caso dos síndicos do Conjunto Habitacional Fazenda Ermitage, em Teresópolis, e de representantes de associações de vítimas e moradores de Petrópolis e Areal.

Ao longo dos três dias também foram realizadas homenagens às vítimas e aos heróis da tragédia, com destaque para o toque de silêncio realizado à meia-noite do dia 11 para o dia 12, no quartel do Corpo de Bombeiros de Petrópolis. Bombeiros e cidadãos receberam medalhas para marcar sua importante contribuição nas operações de resgate. Em Teresópolis, houve ainda o lançamento da pedra fundamental do Monumento às Famílias Vitimadas.

Com o investimento de R$ 135 milhões, o Governo promete finalizar, ao longo de 2021, todas as obras consideradas fundamentais após a tragédia de 2011. Castro visitou as obras de encostas no Jardim Califórnia, em Nova Friburgo, e no bairro Salaco, em Teresópolis.

Também serão investidos cerca de R$ 220 milhões em serviços de desassoreamento e canalização de rios, além da urbanização de margens, segundo a administração estadual.

O Governo anunciou ainda a revitalização de sete rodovias estaduais. Só na RJ-134 o investimento será de R$ 21,7 milhões. A intervenção na RJ-242 (Sumidouro – Campinas) começa em fevereiro, enquanto a da RJ-123 (trecho entre Secretário e Pedro do Rio) tem previsão de início em abril. As obras estão agendadas para maio na: RJ-131 (Três Rios – Levy Gasparian), RJ-151 (Afonso Arinos – Levy Gasparian), RJ-148 (Vargem Grande – Sumidouro) e RJ-156 (Sumidouro – Volta do Pião).

Também foi anunciada a duplicação da ponte do Imbuí, que além de melhorar o acesso a bairros de Teresópolis vai evitar que o escoamento das águas do Rio Imbuí seja represado. Serão investidos mais de R$ 2,1 milhões. Além disso, serão realizados serviços de urbanização e paisagismo. Os investimentos totalizam R$ 18 milhões.

O Estado realizará também as obras de infraestrutura externa do conjunto Ermitage, em Teresópolis, no Conjunto Habitacional da Posse, em Petrópolis, e garantirá as construções da estação de tratamento de esgoto (ETE) e do reservatório de água, além do acesso viário do conjunto habitacional Granja Disco, viabilizando a entrega das 153 casas já prontas – a previsão é janeiro de 2022.

Através do Programa Agrofundo, lançado no início da pandemia, foram entregues cheques para floricultores da Região Serrana, no valor de R$ 100 mil. O programa já atendeu a 125 produtores de 13 municípios, totalizando mais de R$ 1 milhão de créditos concedidos.

Aloma Carvalho