Dos sete novos deputados estaduais empossados hoje na Alerj, só Elton Cristo é de Nova Iguaçu

janeiro 4, 2021 /

 

 Na foto acima, os deputados Juninho do Pneu, André Ceciliano ( presidente da Alerj) e Elton Cristo, o único que foi empossado no plenário da Assembléia por ter levado 33 pessoas à solenidade.

fotos de Rafael Wallace/Alerj

Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) empossou, nesta segunda-feira (04/01), sete deputados estaduais que foram convocados para substituir parlamentares que foram eleitos prefeitos ou que se afastaram para assumir cargos de secretários na administração pública. “A Casa se renova, trazendo gente com grande experiência e também sangue novo. Isso é bom para o Parlamento e para todo o nosso estado”, comentou o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), que deu posse aos novos parlamentares em seu gabinete, na presidência.

Entre os empossados, está Elton Cristo, 38 anos, filiado ao Patriotas. Empresário do setor alimentício, em 2020 foi presidente da Empresa Municipal de Limpeza Urbana de Nova Iguaçu (Emlurb). Sua base eleitoral é sobretudo os municípios de Queimados e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Nas eleições de 2018 obteve 12.778 votos para deputado estadual, o que o creditou a ser segundo suplente do PRP. Este será seu primeiro mandato na Alerj.“Estarei empenhado em aprovar projetos relevantes, principalmente para as pessoas da periferia, aqueles que mais precisam da nossa ajuda”, disse.

Quem também está de volta à Alerj é o  o deputado Noel de Carvalho, de 75 anos, primeiro suplente da coligação Cidadania/PSDB, que assume o mandato no lugar de Welberth Rezende, eleito prefeito de Macaé. “Eu não sei que tipo de problemas enfrentaremos daqui pra frente, mas já me coloquei à disposição da presidência da Casa. Acredito que deveremos pensar em um esforço de todos os governos para a vacinação contra a Covid-19”, pontuou.

No lugar de Marina Rocha, que se tornou prefeita de Guapimirim, tomou posse o deputado Wellington José, 1º suplente do PMB, que assume seu primeiro mandato na Casa. “Vamos trabalhar as pautas da Educação, da Saúde e dos Esportes. Nós vamos trabalhar para a população de todo o estado”, comentou o deputado.

Depois da posse, Noel, que já foi deputado, aproveitou para circular pela Casa para matar a saudade. “O que mais me comoveu foi o carinho com que fui recebido tanto pela funcionária que serve o cafezinho, quanto pelo seguranças, deputados e o presidente”, disse.

Com a eleição de Renato Cozzolino à prefeitura de Magé, a deputada Célia Jordão (Patriota) assumiu o mandato efetivo na Casa. Célia já estava atuando, desde dezembro, como suplente do deputado Bruno Dauaire, que se licenciou para assumir a Secretaria Estadual de Direitos Humanos. Com a mudança, Célia permanecerá parlamentar mesmo que Dauaire retorne ao cargo de deputado estadual. “O meu desejo de trabalhar é o mesmo, independentemente do tempo que eu passaria aqui. A população precisa do nosso trabalho e minha atuação será integral”, declarou Célia.

Também tomou posse o deputado Felipe Peixoto (PSD), que assume a vaga deixada por Jorge Felippe Neto, atual Secretário Municipal de Trabalho e Renda do Rio. “Esse é um mandato diferente, de muitos desafios, por conta da questão econômica e da instabilidade política. Porém tenho certeza de que vamos fazer muita coisa em prol do estado”, declarou o deputado que fez uma homenagem ao pai dele que faleceu há 20 dias por complicações da Covid-19.

Já a deputada Adriana Balthazar (Novo) assumiu a vaga deixada por Chicão Bulhões, atual secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação do Rio, que renunciou ao mandato de deputado estadual para assumir a função na Prefeitura.

Adriana Balthazar assina o livro de posse na presidência da Alerj

“Meu principal objetivo vai ser facilitar a vida do empreendedor e do povo do Rio de Janeiro, do povo que quer gerar renda e trabalhar. Acho que temos que ajudar aqueles que querem construir um Rio melhor”, declarou a deputada, que também é advogada, empreendedora e ativista política.

Rubens Bomtempo (PSB) assumiu a vaga deixada por Renan Ferreirinha, que ocupa o cargo de secretário municipal de Educação do Rio. “Quero colocar minha experiência à disposição da Alerj e do povo fluminense, para que o Rio possa se reencontrar e voltar a crescer”, declarou.

Com a saída da deputada Tia Ju (REP) da Secretaria Municipal de Assistência Social do Rio, o primeiro suplente do partido, Capitão Paulo Teixeira, deixará o mandato. Também estão secretários estaduais os deputados Dr Serginho (PSL), substituído na Casa pelo deputado Charlles Batista (Republicanos); Gustavo Tutuca (MDB), substituído pelo deputado Átila Nunes (MDB) e Thiago Pampolha (PDT), substituído pelo deputado Sérgio Fernandes (PDT).

Conheça mais sobre os deputados recém-empossados nesta segunda:

Noel de Carvalho

Noel de Carvalho, 75 anos, é ex-prefeito de Resende (1989 a 1992), na região Sul Fluminense, e filiado ao PSDB. Deputado estadual por três mandatos, Noel também já foi prefeito de Resende e secretário estadual de Educação, de Agricultura e de Habitação. Nas eleições de 2018 obteve 24.614 votos para deputado estadual.

Rubens Bomtempo

Rubens Bomtempo, 58 anos, é filiado ao PSB e foi prefeito em Petrópolis, na região Serrana, por três mandatos. Esse será o primeiro mandato de Bomtempo na Alerj. Filho de médico e político, nas últimas eleições estaduais, Bomtempo obteve 23.670 votos para deputado estadual.

Adriana Balthazar

Adriana Balthazar é advogada, empreendedora e ativista política. É formada em liderança política pela Rede de Ação Política pela Sustentabilidade (RAPS), com cursos sobre administração pública, governança e políticas públicas. Nas eleições de 2018, foi a mulher mais votada do partido Novo no estado do Rio de Janeiro, com 17.758 votos.

Wellington Silva

Wellington José da Silva tem 47 anos e foi criado na Zona Norte da capital. Wellington é comerciante e já teve experiência como funcionário público na Secretaria Municipal de Assistência Social e na Prefeitura do Rio. O parlamentar recebeu 11.568 nas eleições de 2018.

Felipe Peixoto

Felipe Peixoto, 43 anos, é nascido e criado em Niterói. Formado em Administração pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e em Direito pela Unilasalle, Peixoto foi vereador na sua cidade por três mandatos e teve um mandato como deputado estadual. Em 2011, passou a ocupar o cargo de Secretário de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca (Sedrap) do Governo e em 2015 atuou como Secretário de Saúde do Estado do Rio.

Celia Jordão

Célia Cristina Jordão é advogada, mulher do prefeito Fernando Jordão ,e foi secretária de Ação Social do município de Angra dos Reis nos períodos de 2001 a 2008 e 2016 a 2019. A parlamentar recebeu 20.302 votos na última eleição, ficando na primeira suplência do partido (PRP).

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.