Diocese de Nova Iguaçu distribui cestas básicas a moradores da Baixada com ajuda do Papa Francisco

junho 22, 2020 /

Nesta grave crise sanitária que ocorre no mundo ocasionada pela pandemia da covid-19, a Diocese de Nova Iguaçu, precisou interromper a celebração pública das missas e celebrações, bem como suspender todas as atividades pastorais, porém, reforçou os projetos sociais já existentes como a Cáritas Diocesana, o Centro de Direitos Humanos, as Obras Sociais, os projetos das Paróquias e de fiéis de forma particular e ampliou sua missão caritativa para atender o grande aumento na procura por auxílio pelas famílias.

Somando forças a essas iniciativas, a Diocese recebeu o apoio financeiro de 10 mil reais do Papa Francisco, doado através da Nunciatura Apostólica no Brasil. E, através da ajuda, a Diocese realizou a compra de cestas básicas e kits de higiene que já foram entregues para famílias dos bairros que estão entre os mais carentes do Estado do Rio Janeiro, dentre eles estão: Shangri-lá e Vila Cláudia em Belford Roxo e Guandu e Bairro da Grama em Nova Iguaçu.

Dom Gilson Andrade, bispo de Nova Iguaçu, manifestou sua gratidão ao Papa Francisco, “nesse tempo em que a solidariedade é um caminho de esperança para tanta gente, somos gratos ao Papa Francisco e nos sentimos muito felizes por poder contar com sua ajuda valiosa. Os padres têm testemunhado o aumento de tantos irmãos e irmãs necessitadas. O Santo Padre estendeu a mão e sua caridade trouxe alegria e esperança para as pessoas que foram contempladas com essa ajuda. Assim sentimos ainda mais forte a nossa comunhão e a nossa gratidão para com o Santo Padre. A sua caridade é estímulo para que nós continuemos encontrando caminhos para cuidar das pessoas neste tempo de incertezas e sofrimentos”.

Aloma Carvalho