Desfalcado, Flamengo tem jogo decisivo contra o Juventude; Botafogo empata com o Cruzeiro em Minas

outubro 13, 2021 /

O atacante Pedro ( foto de Alexandre Vidal) tem jogado bem substituindo Gabigol

Clebio Luiz

Com oito desfalques (entre contundidos e cedidos à seleção), o Flamengo tenta respirar no Brasileirão e enfrenta o Juventude nesta quarta-feira (13/10), no Maracanã, às 19h. Com 42 pontos, em segundo lugar, o rubro-negro precisa da vitória para não se distanciar do líder Atlético-MG, que tem 53 pontos.
No meio- campo, além de Éverton Ribeiro, Renato Gaúcho não terá Vitinho, suspenso. Outro desfalque é Arrascaeta, que se machucou em jogo pela seleção uruguaia. O técnico Renato Gaúcho quebra a cabeça para montar o setor. Ele tem à disposição Diego, Kennedy e João Gomes para compor o meio com Andreas Pereira e Thiago Maia.

Michael e Pedro no ataque

O ataque não terá Gabigol, na Seleção Brasileira, e Bruno Henrique, que trata de uma lesão muscular na coxa esquerda. Pedro e Michael estão confirmados como titulares. Na defesa, Diego Alves e Gustavo Henrique devem retornar.
No ataque, o Flamengo não terá novamente sua dupla titular: Gabigol continua com a seleção, que enfrenta o Uruguai amanhã, e Bruno Henrique trata uma lesão muscular na coxa esquerda. Pedro e Michael, autores dos gols na vitória de 3 a 0 sobre o Fortaleza, no último sábado, comandarão a linha de frente. Ao menos na defesa o time tem boas notícias: o goleiro Diego Alves e o zagueiro Gustavo Henrique devem estar de volta.
Depois do Juventude, o Flamengo terá mais três jogos no Maracanã: Cuiabá, Fluminense e Atlético-MG.
Renato Gaúcho deverá mandar a campo o seguinte time: Diego Alves, Matheuzinho, Rodrigo Caio, Léo Pereira e Filipe Luís; Arão, Thiago Maia, Andreas Pereira, Kenedy (Rodinei ou Lázaro), Michael e Pedro.

Juventude sem quatro titulares

O Juventude jogará no Maracanã também com quatro desfalques: o goleiro Marcelo Carné, os volantes Jadson e Dawhan e o atacante Nico Castillo.
O time deverá jogar com: Douglas; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster e Wiliam Matheus; Ricardinho, Guilherme Castilho, Wescley (Quintero); Paulinho Boia, Capixaba (Marcos Vinícios) e Ricardo Bueno.

Botafogo mantém a segunda colocação

O Cruzeiro pressionou mas saiu do 0x0 contra o Botafogo. Foto de Bruno Haddad/Cruzeiro

Botafogo e Cruzeiro empataram em 0x0, na terça-feira (12/10), no estádio Independência. O time mineiro praticamente ditou o ritmo da partida, mas não conseguiu vencer o jogo. Já o Alvinegro Carioca pouco produziu no primeiro tempo e só teve chances reais de sair com a vitória na etapa final. Com o resultado, o Botafogo se manteve na segunda posição com 52 pontos, enquanto o Cruzeiro pulou para a 11ª posição, com 39.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.