Nova Iguaçu perde o jornalista Rafael Marinho, 39 anos

março 18, 2021 /

O jornalista Rafael Marinho, 39 anos, faleceu na madrugada de hoje (18/03)  no Hospital Geral de Nova Iguaçu ( Posse),onde estava internado há uma semana, por complicações decorrentes de Covid-19. Marinho nasceu no Rio, mas morava há décadas em Nova Iguaçu, onde era o responsável pelo Grupo 24 Horas, uma rede de sites com notícias em tempo real de várias cidades da Baixada Fluminense.

Sempre com bom humor, Rafael colaborou com a imprensa da Baixada Fluminense por anos, tendo passagens pelo Jornal Hora H, Baixada Viva Notícias e o portal De Olho em Nova Iguaçu, que havia fundado no final de 2020.

Rafael deixa a esposa , Renata, e cinco filhos. Ele era amigo de vários prefeitos e deputados da região e fazia assessoria para empresários, políticos e comerciantes. Amigos, familiares e colegas de Marinho estão inundando as redes sociais com mensagens  em que se despedem dele reforçando sua luta diária para manter os moradores da  Baixada Fluminense informados.

Marcelo do ZM em recuperação

Marcelo Almeida, proprietário da empresa Real ZM Notícias, permanece internado na UTI da Casa de Saúde Nossa de Fátima, onde foi diagnosticado com Covid-19. João, filho de Marcelo, informou ao Nova Iguassu Online que seu pai ” está em recuperação, sob os cuidados necessários depois desse susto. Deus no controle”.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.