Covid-19: Brasil tem recorde diário e passa dos 900.000 casos e 1.282 mortes em 24 hs, diz Saúde

junho 16, 2020 /

Foram 34.918 diagnósticos positivos em 24 horas, a maior medição diária desde o começo da pandemia

O Ministério da Saúde atualizou nesta terça-feira, 16, os dados do avanço da Covid-19 em todo o Brasil. Batendo recorde diário de registros de casos em 24 horas, com incremento de 34.918 novos diagnósticos, o país chegou a 923.189 casos de coronavírus desde o início da pandemia. Em relação ao número de mortes, o país marcou 1.282 novos óbitos no mesmo período, chegando a 45.241 no total.

Incidência da doença em todo o país é de 493,3 pessoas a cada 100.000 habitantes. A taxa de letalidade está em 4,9%. Os números foram inicialmente divulgados pelo Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), às 18h, e confirmados pela pasta da Saúde cerca de 20 minutos depois.

Em terças-feiras, é comum que os dados sofram um acréscimo de registros acumulados por falta de notificação aos finais de semana, o que faz a média diária sofrer uma alta considerável em relação aos dias anteriores. No dia 9, o número de casos novos era até então o segundo maior da série histórica, com 32.091 registros, um número 8% menor do que o anunciado hoje. O número de óbitos manteve-se em patamar parecido na data: 1.272.

 

Foto: Mauro Pimentel / AFP

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.