Comandantes das Forças Armadas entregam os cargos

março 30, 2021 /

Após a turbulenta segunda-feira em Brasília, com a alteração no comando de seis importantes pastas de uma única vez, o Ministério da Defesa anunciou nesta terça-feira a troca dos três comandantes das Forças Armadas. Edson Pujol, do Exército, Ilques Barbosa Junior, da Marinha, e Antonio Carlos Moretti Bermudez, da Aeronáutica, entregaram os cargos, em consequência da demissão de Fernando Azevedo e Silva.

Para o lugar do ex-titular da Defesa, vai o antigo chefe da Casa Civil, Braga Netto, também general. Os nomes dos substitutos dos comandantes das três Forças ainda não são conhecidos.Na segunda-feira, os três comandantes decidiram entregar os cargos após serem surpreendidos pela demissão sumária do ministro da Defesa. A troca no comando da Defesa reflete o desejo do presidente Jair Bolsonaro de maior alinhamento político das Forças Armadas. Com a repercussão, Braga Netto e Azevedo agiram para ter um desfecho menos traumático para crise.

Para o comando do Exército o mais cotado é o general Marco Antônio Freire Gomes, atual Comandante Militar do Nordeste e ex-secretário-executivo do Gabinete de Segurança Institucional no governo de Michel Temer. Entre militares ele é considerado moderado. O Alto Comando se reúne para indicar a Bolsonaro para indicar o substituto do general Pujol.

 

foto: Reprodução

 

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.