Com risco alto para covid-19, Nilópolis multa bar por não obedecer horário de 23h para fechamento

março 15, 2021 /

Na foto, agentes da Guarda Municipal e funcionários da Ordem Pública e Vigilância Sanitária visitam bares da cidade de Nilópolis

Bar Frap´s é multado por não obedecer o horário de 23h para fechamento

A Prefeitura de Nilópolis realizou no último sábado, 13 de março, a partir das 22h40, uma ação de orientação aos proprietários de bares no município, em ruas com bares de grande movimento, como a Rua Alberto Teixeira da Cunha e locais como a Praça do Chafariz. O objetivo foi combater a Covid-19, informando as decisões tomadas com base o decreto estadual nº 57.158, que determina o horário de 23 horas para o fechamento dos bares, além da taxa de 50% de ocupação e a importância de seguir a regra de distanciamento de um metro e meio entre os clientes.

A equipe formada por agentes da Guarda Municipal, da Secretaria de Ordem Pública e funcionários da Vigilância sanitária só encontrou resistência no Bar Frap´s, onde clientes os receberam com hostilidade e se recusaram a sair do estabelecimento às 23h, como determinada o decreto do governador Cláudio Castro. Uma equipe do 20º BPM (Mesquita) foi chamada para garantir a integridade física da equipe e o bar será multado com base no descumprimento do decreto estadual 47.518, descumprimento ao artigo 268 do código penal, multa grave da lei 6437 de infrações sanitárias.

Os servidores municipais conversaram com comerciantes nos bares da Rua Alberto Teixeira da Cunha, o polo gastronômico de Nilópolis, na Praça do Chafariz, e pontos de grande movimentação, como o Bar da Brahma e o Bar Amarelinho, perto da Rodoviária da cidade.

Cinco municípios do Grande Rio entram em risco muito alto para Covid-19

Itaguaí, Mesquita, Nilópolis, Queimados e Seropédica estão na bandeira roxa. Capital e resto da Baixada Fluminense foram para risco alto, ou o nível vermelho. A informação foi veiculada  na última sexta-feira no blog do jornalista Edmilson Ávila ( TV Globo)

foto: Leandra Marcô/ Divulgação /Prefeitura de Nilópolis

 

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.