O café da manhã de Bolsonaro com os prefeitos da Baixada

dezembro 8, 2020 /

 

  *Paulo Cezar Pereira

 

Vitoriosos nas urnas no primeiro e no segundo turnos das eleições de outubro último,  os prefeitos de São Gonçalo, Duque de Caxias, Nova Iguaçu, Belford Roxo, Angra dos Reis e de Mesquita, municípios em sua maioria da Região Metropolitana do Rio, tomaram café da manhã hoje, no Palácio da Alvorada, com o presidente Jair Bolsonaro. À mesa, a sucessão de 2022 para o governo do estado e para Presidente da República.

As populações destas cidades esperam que, além de juras de amor e de manifestações favoráveis ao  pedido de apoio para a campanha de reeleição do “capitão” em 2022, os prefeitos tenham saido deste encontro pelo menos com a promessa de parcerias do governo federal para o enfrentamento de questões básicas históricas da Baixada Fluminense, como as de saúde pública, educação, segurança pública, saneamento básico e desemprego.

É na Baixada Fluminense, segundo dados da Firjan, que estão localizados os maiores números da perda de empregos no comércio e na indústria fluminense, agravados por conta da pandemia e da desorganização na economia. Importante destacar, ainda, que, passados dois anos,  o atual governo federal sequer iniciou qualquer obra que mexa com a qualidade de vida de quem mora nas cidades desta região. Bolsonaro, a partir de agora, vai focar nos votos da Baixada, de São Gonçalo e de Angra, referência da Costa Verde, que reelegeu o prefeito Fernando Jordão.

Alguns prefeitos eleitos e reeleitos não participaram da reunião com café, leite, sucos, queijos, bolos e biscoitos.  Doutor João, de São João de Meriti, e Glauco Kaiser, de Queimados, não estão na foto com seus colegas, Flávio e Jair Bolsonaro. Abraãozinho Neto, o vereador que ganhou a prefeitura de Nilópolis, não foi a Brasília porque seu padrinho político e  tio Farid Abrão, 76 anos,  atual prefeito e dirigente da Beija-Flor, está entubado num leito de UTI do Copa D’Or, em estado grave,  por conta da covid-19 .

Com a derrota de Marcelo Crivella (Republicanos) para Eduardo Paes (Democratas),  Jair Bolsonaro, numa articulação política de seu filho Flávio Bolsonaro, senador pelo Rio Janeiro,  comemorou, em Brasília,  vitórias sobre as quais não teve qualquer influência direta,  mas que renderam uma boa  foto com os que de fato venceram eleições em cidades importantes do Rio. As reeleições  de Waguinho ( Belford Roxo), Washington Reis ( Duque de Caxias), Fernando Jordão (Angra dos Reis) e de  Jorge Miranda ( Mesquita)  foram carimbadas hoje por Bolsonaro, 10 dias após a surra eleitoral que Eduardo Paes aplicou em Crivella.

. Waguinho acentuou que, em agosto, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e o senador Flávio Bolsonaro visitaram os bairros São Leopoldo e Shangrilá, que foram contemplados com obra de infraestrutura em mais de 80 ruas com recursos do Governo Federal. ” Fico muito feliz com a atenção que o presidente tem dado a Belford Roxo e a diversos municípios.

Não se viu em Nova Iguaçu, quarto maior colégio eleitoral do estado, uma citação sequer do prefeito Rogério Lisboa, do PP,  a Jair Bolsonaro na campanha que o reelegeu  com mais de 60% dos votos. E o senador Flávio Bolsonaro, articulador do encontro de hoje, também não veio a Nova Iguaçu pedir votos para quem venceu as eleições. O candidato dos Bolsonaro em Nova Iguaçu foi a deputada federal Rosangela Gomes, do Republicanos, que ficou em quarto lugar na disputa . Lisboa não teve qualquer dificuldade para vencer outros nove competidores numa eleição fria, uma campanha curta e um resultado previsível.

Em São Gonçalo, sim, o candidato do Avante, Capitão Nelson, exibiu a chancela de Jair Bolsonaro durante a campanha, mas em  Duque de Caxias o prefeito que se reelegu virou bolsonarista no meio da disputa.

Agora,  cabe aos prefeitos que estiveram hoje com Bolsonaro informarem aos cidadãos destas cidades o que pediram a Jair Bolsonaro durante o café da manhã de hoje e o que seus eleitores ou não ganharão de qualidade de vida nos próximos dois anos.

 

*Paulo Cezar Pereira é Jornalista

 

foto: Divulgação