Eduardo Paes começa a transição amanhã e sua prioridade é a pandemia

novembro 29, 2020 /

 

O prefeito eleito do Rio, Eduardo Paes, do Democratas, anunciou agora há pouco que seu novo mandato começa amanhã, segunda-feira (30). Ele, que falou aos jornalistas ao lado de Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados, foi objetivo: agradeceu os votos  ( 64,07%) que o conduzem pela terceiravez ao comando da Prefeitura, afirmou que está mais experiente aos 56 anos e disse que sua vitória é uma vitória da política e dos que amam o Rio e que governará para todos, independente de partidos , ideologias e credos.

Paes criticou o extremismo mas em nenhum momento fez qualquer referência nominal. Falou  que será o prefeito de todos e disse que o Rio, ao derrotar Marcelo Crivella em todas as 49 zonas eleitorais, disse um não ao preconceito porque é uma cidade da diversidade. O prefeito que acabou de ser reeleito afirmou que conversará com todos os senadores do Rio e que a cidade terá nele um homem público aberto ao diálogo, sempre a favor da população.

A prioridade anunciada por Eduardo Paes é a saúde pública, a pandemia. Ele garantiu que discutirá ações voltadas para o interesse da população a partir de amanhã.

A vitória de Paes na segunda cidade mais importante do país não é a única no segundo turno no Rio. Em São João de Meriti, o médico legista Dr. João venceu o deputado estadual Léo Vieira, do PSC. Dr. João teve 56,99% dos votos apurados.

Em São Gonçalo, Capitão Nelson, do Patriotas, ganhou a eleição numa disputa com Dimas (PT). Ele foi apoiado por Jair Bolsonaro na campanha.Nelson teve 50,79%% dos votos, contra 49,21% do adversário Dimas Gadelha (PT), que recebeu apoio de políticos da região.

Em Petrópolis, o ex-prefeito Rubens Bomtempo venceu o segundo turno contra o atual prefeito Bernardo Rossi, mas sua candidatura ainda está pendurada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio por conta de uma condenação por improbidade admsinistrativa.Com 100% das urnas apuradas, Bomtempo levou 55,18% dos votos, contra 44,82% de Rossi.

Outro que ganhou no voto mas está com a candidatura indeferida pelo TRE-RJ é Wladimir Garotinho, que derrotou hoje Caio Viana na disputa pela prefeitura de Campos dos Goytacazes. o filho dos ex-governadores do Rio Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho recebeu 52,62% dos votos, contra 47,38% do adversário. O resultado das eleições do município veio com 98,50% das urnas apuradas.