Coleta de dados do censo 2022 começa hoje (1º) em todo país

agosto 1, 2022 /

A partir desta segunda-feira (1º), moradores de todo o país receberão os recenseadores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) para coletar informações da 13ª edição do Censo Demográfico. A intenção do órgão é visitar nos próximos três meses 89 milhões de endereços, sendo 75 milhões de domicílios. A estimativa é de que sejam contadas cerca de 215 milhões de pessoas.

O Censo brasileiro é uma das maiores operações censitárias do mundo e foi feito pela última vez em 2010. O levantamento deveria ter sido realizado há dois anos, mas acabou prorrogado por conta da pandemia de coronavírus e em 2021 por questões orçamentárias. Para a realização do estudo neste ano, foram liberados cerca de R$ 2,3 bilhões pelo governo federal depois de decisão do Supremo Tribunal Federal.

Pelas informações coletadas, municípios, estados e a União garantem, por exemplo, uma base de dados confiáveis e atualizados para a elaboração das políticas públicas e para melhoria da qualidade de vida da população.

“O Censo não é do IBGE, o Censo é do Brasil e para o Brasil. O Censo é de todos nós. Nossa equipe visitará todos os lares brasileiros, coletando informações que serão muito relevantes para o futuro do país. Não deixaremos ninguém para trás, mas para isso contamos muito com o apoio da cidadã e do cidadão brasileiros. Recebam o IBGE de portas abertas!”, convoca o presidente do Instituto, Eduardo Rios Neto.

Essa etapa de entrevistas está prevista para terminar em 31 de outubro. As visitas às moradias acontecerão de segunda a segunda, sem horário pré-definido, mas geralmente em horário comercial. Quando necessário, em alguns casos, os recenseadores poderão comparecer nas residências após as 18 horas.

Os resultados preliminares da contagem da população devem sair até o final deste ano, segundo a previsão do IBGE. Dados mais detalhados tendem a ser divulgados a partir de 2023.

Coleta de dados

Serão aplicados dois tipos de questionário: o básico, com 26 quesitos, leva em torno de 5 minutos para ser respondido, ele servirá para compor uma visão mais geral, trazendo retrato por sexo, idade, instrução, renda, condições do domicílio (se tem água, luz, saneamento, internet e posse de eletrodomésticos). E o questionário ampliado, com 77 perguntas e respondido por cerca de 11% dos domicílios, leva cerca de 16 minutos e vai investigar sobre trabalho, composição das famílias, fecundidade, migração, religião, deslocamento e pessoas com deficiência.

O Censo 2022 trará algumas investigações inéditas como o retrato das quase 6 mil comunidades quilombolas. Além do questionário individual, o líder da comunidade vai descrever a infraestrutura do local, recursos naturais, educação, saúde e hábitos da aldeia.

O transtorno do espectro autista também será identificado na pesquisa sobre a população com deficiência.

Além da coleta presencial, será possível preencher os questionários pela internet e por telefone. Entretanto, o instituto informa que essas últimas formas de preenchimento não dispensarão algum contato presencial.

Para responder pela internet, o informante deverá aguardar a visita do recenseador, que irá cadastrar e-mail e celular. Nessa modalidade, o morador terá sete dias para preencher o questionário.

Já a coleta por telefone será uma solução nos casos em que os moradores não forem encontrados na residência durante a visita do recenseador e também quando o informante não puder receber o agente no momento da entrevista. Assim, poderá ser feito um agendamento para a coleta presencial das informações ou por telefone.

Como identificar o recenseador ou recenseadora

Para segurança dos moradores, os técnicos trabalham uniformizados, possuem colete azul marinho, com o logo do IBGE, além de boné e bolsa da mesma cor. Eles utilizam um dispositivo móvel de coleta (DMC), semelhante a um smartphone, na realização da pesquisa. Além disso, é possível confirmar a identidade do agente do IBGE no site Respondendo ao IBGE ou pelo telefone 0800 721 8181. Ambos constam no crachá do entrevistador, que também traz um QR code que leva à área de identificação no site. Para realizar a confirmação, o cidadão deve fornecer o nome, matrícula ou CPF do recenseador.

Aloma Carvalho

[ivory-search 404 "The search form 61543 does not exist"]