Câmara terá reunião de líderes nesta 5ª sobre prisão de Daniel Silveira

fevereiro 18, 2021 /

Líderes da Câmara dos Deputados terão uma reunião, nesta 5ª feira (18.fev.2021), para discutir a prisão do deputado Daniel Silveira (PSL-RJ).

 

O congressista foi detido por ordem do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes depois de ter feito um vídeo com xingamentos e ameaças a magistrados da Corte. Leia aqui a transcrição do que disse o deputado.

Na gravação, o deputado xingou vários ministros da Suprema Corte, usando às vezes palavrões e fazendo acusações de toda natureza, inclusive de que alguns magistrados recebem dinheiro de maneira ilegal pelas decisões que tomam.

Moraes considerou que Silveira cometeu crime flagrante e inafiançável ao proferir ofensas no vídeo publicado no YouTube. A gravação, que inclui xingamentos e acusações a magistrados –alguns citados nominalmente– foi retirada do ar pelo deputado, que o colocou em modo privado.  A gravação, que inclui xingamentos e acusações a magistrados –alguns citados nominalmente– foi retirada do ar pelo deputado, que colocou o vídeo em modo privado na rede social, no canal “Política Play”. O vídeo que estava no canal do deputado foi retirado do ar por “violar a política do YouTube sobre assédio e bullying”.

Daniel Silveira será ouvido hoje, a partir das 16 hs, por videoconferência, na audiência de custódia.

A folha corrida de Daniel da Silveira

Levantamento feito pelo GLOBO em boletins da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro revela que, num período de oito meses, entre junho de 2015 a janeiro de 2016, quando trabalhava na UPP da Rocinha, Daniel Silveira faltou oito vezes ao serviço. Nos carnavais de 2015 e 2016, mesmo escalado para trabalhar, não apareceu. Em seus cinco anos, nove meses e 17 dias na PM, contabilizaria 26 dias de prisão, 54 de detenção, 14 repreensões e duas advertências — a maioria das punições por faltas e atrasos.

 

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.