Caixa começa a pagar novo abono salarial do PIS a 3,4 milhões de trabalhadores da inciativa privada

janeiro 19, 2021 /

A Caixa Econômica Federal inicia o pagamento do abono salarial do PIS a 3,4 milhões de trabalhadores da inciativa privada nascidos em janeiro e fevereiro, sem contas no banco. Essas pessoas já poderão sacar o novo valor do benefício, hoje no valor de R$ 1.100, devido ao reajuste do salário mínimo realizado no dia 1º de janeiro.

O valor do abono pode chegar a um salário mínimo (R$ 1.100), dependendo do número de meses trabalhados no exercício anterior (neste caso, 2019). Portanto, quem trabalhou um mês no ano-base 2019 receberá 1/12 do piso nacional. Quem trabalhou dois meses receberá 2/12 e assim por diante. Só terá o valor total quem trabalhou o ano passado inteiro.

Tem direito ao abono salarial quem recebeu, em média, até dois salários mínimos mensais com carteira assinada e exerceu atividade remunerada durante, pelo menos, 30 dias em 2019. É preciso ainda estar inscrito no PIS/Pasep há, no mínimo, cinco anos e ter os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

Para saber se há dinheiro disponível, é necessário entrar em contato pelo telefone 0800-726-0207 (opções 2 – 2), ou então fazer uma consulta ainda no site www.caixa.gov.br/PIS, clicando em “Consultar pagamento”. Para isso, é preciso ter o número do NIS (PIS/Pasep).

Para mais informações sobre o abono salarial, basta acessar o site trabalho.gov.br/abono-salarial ou ligar para 158.

Veja o cronograma do PIS

Nascidos em/data de pagamento para não correntistas

Julho – 16/07/2020

Agosto – 18/08/2020

Setembro – 15/09/2020

Outubro – 14//10/2020

Novembro – 17/11/2020

Dezembro – 15/12/2020

Janeiro – 19/01/2021

Fevereiro – 19/01/2021

Março – 11/02/2021

Abril – 11/02/2021

Maio – 17/03/2021

Junho – 17/03/2021

Anos anteriores

Com relação ao abono salarial de exercícios anteriores, ainda não sacados, a Caixa informou que “os benefícios com valores atualizados estão disponíveis para saque desde o dia 5 de janeiro de 2021”.

Aloma Carvalho