Bolsonaro vai ter alta do hospital nesta sexta-feira ( 28)

setembro 24, 2018 /

O candidato do PSL à Presidência da República, deputado Jair Bolsonaro,  que está internado há 18 dias ,vai ter alta nesta sexta-feira. A informação é de aliados que o visitaram hoje (24) no Hospital Israelita Albert Estein em São Paulo. Bolsonaro virá para sua residência no Rio. Ele mora num condomínio na Barra da Tijuca. O boletim médico de hoje informa que Bolsonaro evolui bem. Ontem ele retirou  o dreno que usava há 3 dias para retirar o líquido de seu intestino. Ele está num quarto do Hospital Israelita Albert Einstein em São Paulo, onde agora começará a fazer exercícios respiratórios e caminhadas para evitar uma trombose. Bolsonaro já está se alimentando com alimentos líquidos e não tem mais febre. No domingo ele recebeu a visita do  principal  assessor econômico de sua campanha, o economista Paulo Guedes, e divulgou em sua conta no Twitter a foto em que já aparece sem sonda ao lado de Guedes. Na fto de hoje em sua conta nas redes sociais, Bolsonaro já está sorrindo . O capiotão reformado do Exército  lidera todas s pesquisas de intenção de voto, seguido de Fernando Haddad, Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e de Marina Silva, nesta ordem. Ainda não há previsão para que ele deixe o hospital e volte a fazer campanha nas ruas.  Bolsonaro levou uma facada no abdômen quando fazia campanha numa praça do centro de Juiz de Fora, em Minas Gerais, no dia 6 de setembro último.

Paulo Cézar

PAULO CEZAR PEREIRA, também chamado de PC ou Paulinho da Baixada, aprendeu jornalismo nas redações de alguns principais veículos – rádios,jornais e revistas. Conheceu, como Repórter Especial do GLOBO, praticamente todos os estados brasileiros, as duas antigas Alemanhas antes da reunificação, Suiça, Austria, Portugal, França, Itália, Bélgica, Senegal, Venezuela, Panamá, Colômbia e a Costa Rica. É casado com Ana Maria e tem três filhas que já lhe deram cinco netos. Tem três paixões: a família, o jornalismo e o Flamengo. No passado, assessorou um governador, um senador, dois prefeitos e vários deputados. Comandou a área de Comunicação de Nova Iguaçu num total de 12 anos. Já produziu três livros : um para a Coleção Tiradentes, outro contando a evolução de Nova Iguaçu quando a cidade completou 170 anos, e o do jubileu de ouro da Diocese de Nova Iguaçu.