Bolsonaro cancela agenda na Baixada Fluminense para se reunir com ministros na tentativa de criar subsídios aos combustíveis diante da crise internacional

março 9, 2022 /

O agravamento da crise internacional, com a súbita elevação do preço do barril de petróleo, fez o presidente Jair Bolsonaro (PL) cancelar a agenda que teria nesta quarta-feira, em Duque de Caxias. Bolsonaro convocou reunião ministerial para hoje para discutir fórmulas de enfrentar o problema sem o repasse para o consumidor.

O governo avalia a criação de um novo programa de subsídio aos combustíveis, com validade de três a seis meses, para compensar a alta do barril internacional do petróleo decorrente da invasão russa à Ucrânia.

Participam da reunião, no Palácio do Planalto, os ministros Ciro Nogueira (Casa Civil), Paulo Guedes (Economia) e Bento Albuquerque (Minas e Energia), além de Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central.

Em razão da reunião, Bolsonaro cancelou agenda programada para esta quarta no Rio de Janeiro, onde faria entregas de aparelhos auditivos em um hospital municipal de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e visitaria um colégio da Polícia Militar que leva o nome do pai.

Bolsonaro disse, no início da semana, que o país tem alternativa para contornar a questão “de forma bastante responsável” e sem gerar “sobressalto” ao mercado.

*Via Agenda do Poder

Aloma Carvalho

[ivory-search 404 "The search form 61543 does not exist"]